in

Você sabe o que é Wi-fi 6?

O Wi-Fi 6 é uma tecnologia que veio para ficar. Ao longo dos anos, os recursos tecnológicos vêm evoluindo e, com isso, aparelhos inteligentes surgiram e foram integrados à nossa rede doméstica.

Vamos dar um exemplo: há 10 anos, uma família de 4 pessoas não conseguiria usar a mesma rede Wi-Fi em seus aparelhos ao mesmo tempo. Hoje em dia, várias pessoas conseguem se conectar, sem haver problemas, interferências ou queda de sinal.

Além dos smartphones, também temos o costume de conectar notebooks e tablets, e isso só é possível graças à evolução do Wi-Fi e das tecnologias que usamos atualmente.

A promessa e tendência é que surjam redes cada vez mais capazes de suportar um número maior de dispositivos conectados, sem que eles prejudiquem o seu desempenho. Entre as grandes novidades da evolução da internet está o Wi-Fi 6.

Tanto para empresas quanto para uso doméstico, ele ajuda as pessoas a se conectarem, permitindo que elas acessem a internet com rapidez e praticidade, fugindo de dificuldades que até então são comuns, como a perda de velocidade.

Neste artigo, vamos explicar o que é Wi-Fi 6, falar sobre suas características e mostrar a sua importância nos dias atuais. Confira!

O que é e quais são as principais características do Wi-Fi 6?

Wi-Fi 6 é o nome dado a uma nova geração de conexões de internet sem fio, que antes era conhecida como 802.11ax, mas continua tendo a mesma função de conectar dispositivos à internet.

A diferença é que isso é feito com mais rapidez e eficiência do que a rede sem fio comum, conhecida como 802.11ac, ou Wi-Fi 5.

Trata-se de uma tecnologia muito recente, assim como o 5G. Então, para que um dispositivo possa oferecê-la, é necessário usar alguns componentes de hardware.

Logo, dentro de uma Sala de reunião, por exemplo, o roteador é reconhecido pelo dispositivo para fazer a transmissão de dados.

Como característica, ele depende de alguns requisitos de hardware para fazer o uso de duas tecnologias, sendo a UM-MIMO e OFDMA.

UM-MIMO, sigla para Multi-usuário, entrada múltipla, saída múltipla, é encontrado em roteadores mais modernos, atendendo à função de Wi-Fi 6. Por meio dessa tecnologia, o roteador consegue se comunicar com vários dispositivos simultaneamente.

A diferença é que o MU-MIMO possibilita a comunicação com até 8 dispositivos ao mesmo tempo.

Com relação à OFDMA, sigla para Acesso Múltiplo por Divisão de Frequência Ortogonal, este tipo permite a transmissão para vários dispositivos simultaneamente.

Usar essa tecnologia traz muitas vantagens que vão além de mais velocidade de acesso em um notebook novo ou outros dispositivos.

Por outro lado, vemos que ela caminha devagar, devido à baixa quantidade de aparelhos compatíveis. Mesmo quem possui um equipamento compatível, precisa contar com um roteador adequado.

Todos os equipamentos estão chegando aos poucos no mercado e ainda possuem o valor um pouco elevado. No entanto, muitos fabricantes estão adicionando recursos que possuem infraestrutura mínima para que a tecnologia funcione no dia a dia.

Isso ainda dá tempo para que os usuários adquiram equipamentos compatíveis. O processo ainda pode levar algum tempo, mas certamente se tornará bastante popular.

O fato é que essa tecnologia se tornou fundamental para os dias atuais, e no próximo tópico, vamos explicar o porquê. 

Importância do Wi-Fi 6

Usar a tecnologia Wi-Fi 6 se tornará uma realidade em breve. Isso porque ela é possui diversas vantagens, das quais podemos citar:

  • Mais dispositivos conectados;
  • Mais velocidade;
  • Economia de energia;
  • Maior segurança.

O Wi-Fi 6 pode alcançar uma velocidade de até 9,6 Gbps. Para entender melhor, a instalação de internet com Wi-Fi que temos hoje chega a 3,5 Gbps mas, futuramente, com essa tecnologia, também vai funcionar nas frequências 2,4 GHz e 5 GHz.

Segundo pesquisas realizadas no ano de 2018, a média de downloads em banda larga fixa no Brasil era de 23,64 Mbps, e a velocidade média de upload de 10,57 Mbps. Em outras palavras, seria impossível atingir uma velocidade de 9,6 Gbps.

Só que esse número não será destinado a um único dispositivo, podendo ser dividido entre toda uma rede. Trata-se de uma velocidade maior para cada aparelho conectado.

O Wi-Fi 6 se baseia no fato de que cada vez mais dispositivos estarão conectados a um único roteador. Essa realidade não se refere apenas aos smartphones, mas também tablets, celulares, computadores, televisores, entre outros.

Se levarmos em conta a forte tendência da automação residencial, serão ainda mais equipamentos conectados à internet. O Wi-Fi 6 foi pensado de modo a gerenciar todas essas conexões.

Isso diminui a quantidade de gargalos, tornando o uso mais eficiente em locais como espaços públicos, empresas dos mais diversos ramos como fabricantes de cabeamento furukawa, escritórios e residências.

Neste momento, uma conexão simultânea como essa se mostra extremamente essencial. A expectativa é que a rede dê conta do acesso de até 8 dispositivos ao mesmo tempo, sem que nenhum deles perca a velocidade.

Hoje em dia, os pontos de acesso da rede móvel dividem a largura da banda entre muitos usuários, mas com o Wi-Fi 6, não será mais necessário.

Para se ter uma ideia, isso vai permitir que uma pessoa assista a um conteúdo no YouTube, enquanto outra conecta o videogame para jogar online, e outro usuário faça uma chamada de vídeo, com qualidade e estabilidade de sinal.

Tendo em vista que a necessidade de conectar vários dispositivos ao mesmo tempo só tende a aumentar, principalmente em residências automatizadas, a solução visa maior economia de energia também.

O usuário pode conectar seu aparelho que passou pelo iphone tela quebrada conserto, sem sacrificar a conta de energia.

O upgrade dessa tecnologia, mesmo contando com novos recursos, não precisa de mais eletricidade para funcionar. Inclusive, ela também foi pensada para ser mais econômica.

Então, quando o equipamento se conectar ao roteador compatível, o consumo de bateria decorrente do uso da internet diminui.

Isso é possível devido a um recurso conhecido como Target Wake Time, em que os roteadores programam horários para que possam verificar o status dos dispositivos.

No entanto, é preciso dizer que nem todos os equipamentos poderão contar com essa função. Exemplo disso é que um computador em uso está constantemente conectado e enviando sinal para o roteador.

Então, os smartphones e demais dispositivos vão permanecer inativos por um período, o que ajuda a economizar energia nesse tipo de rede.

Também estamos falando de uma tecnologia muito mais segura, tanto para residências quanto para uma gráfica com foco na produção de folheto a3, por exemplo.

Para que possam ser comercializados, além de precisarem contar com recursos específicos, como no caso do UM-MIMO, OFDMA, Target Wake Time, 1024-QAM e beamforming, os roteadores também precisam ter suporte à criptografia WPA3.

Os aparelhos que não correspondem a essa exigência não são certificados pela Wi-Fi Alliance. Essa criptografia dificulta sua ação de hackers, e é exatamente por isso que a popularização dessa tecnologia cresceu muito nos últimos anos.

Ela vem sendo usada até mesmo por aplicativos de mensagens, mas não está presente no Wi-Fi 5, que usamos atualmente.

Em vista de tantas vantagens e da popularização da automação corporativa e residencial, é natural que muitos usuários queiram adquirir essa tecnologia.

Os equipamentos já estão disponíveis no mercado, contudo, eles ainda têm um preço bem superior aos que usamos atualmente, que suportam a versão anterior.

De modo geral, ainda é cedo para os usuários residenciais pensarem em uma mudança na tecnologia Wi-Fi que utilizam hoje. Além disso, ainda existem poucos dispositivos compatíveis com o Wi-Fi 6, como dissemos ao longo do texto.

Sem falar no fato de que a velocidade atual disponibilizada pelas operadoras, apesar de não ser das melhores, é o suficiente para que você rode um vídeo e transmita-o pelo projetor de vídeo portátil h80 full hd.

Agora, as empresas que precisam de uma conexão mais robusta podem começar a avaliar a possibilidade de fazer esse upgrade em sua conexão, uma vez que ela pode ajudar até mesmo a proporcionar uma experiência melhor para os usuários e clientes.

Conclusão

Nossa tecnologia evolui a passos largos e sua intenção é facilitar a nossa vida em muitos sentidos. A internet se tornou a base do nosso cotidiano, e sem ela, não conseguimos mais realizar uma série de atividades, como trabalhar e estudar, por exemplo.

Só que um número cada vez maior de pessoas está se conectando, por isso, é essencial que a rede também evolua para atender a essa demanda.

Se muitas pessoas usam a mesma rede simultaneamente, é necessário suportar esses acessos para que todo o respaldo da web seja bem aproveitado.

Neste artigo, você aprendeu um pouco mais sobre a última novidade em Wi-Fi e como ele pode ser útil para você e todos os outros usuários.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

tráfego

Tráfego de dados. Quais os cuidados necessários?

gadgets

6 vantagens de ter Gadgets em um site?