in , ,

Você sabe o que é matriz BCG?

bcg

Como empreendedor existem dúvidas de priorização, onde investir em sua empresa e no que focar como tendência atual ou no futuro, portanto, conheça a Matriz BCG.

Uma ferramenta muito útil que guia profissionais Brasil afora para entender melhor seus papéis dentro de uma empresa ou a função de uma companhia dentro de seu mercado. 

Saiba agora tudo de mais importante sobre esse conceito que irá lhe ajudar a construir e moldar o seu negócio de forma mais assertiva. 

O que é Matriz BCG?

A Matriz BCG é uma metodologia criada pela renomada consultoria global, o Boston Consulting Group (BCG), em 1970. 

Na época, o próprio fundador Bruce Henderson teve a ideia de criar esse método para uma empresa crescer e construir seus portfólios. 

Esse conceito nasceu com a pergunta de 1 milhão de dólares: “Que caminho minha empresa deve seguir para ter sucesso?”. 

É um questionamento muito válido, mas totalmente aberto, dependendo de inúmeras variáveis e análises de caso a caso para obter a resposta. 

No entanto, a contribuição de Henderson ajudou, desde então, muitas empresas a terem um norte baseado no próprio negócio, sem precisar de um elemento de fora. 

Para o fundador do BCG, bastava olhar o que a companhia tinha para começar. 

Na Matriz BCG, as empresas mapeiam suas marcas ou seus produtos para tomar decisões em relação aos investimentos e às decisões que devem ser tomadas sobre os ativos de determinada companhia. 

Ela é chamada como matriz não à toa. Além de ter um conceito teórico por trás, ela pode ser aplicada na prática.

Basta ter um papel, uma caneta para desenhar o esquema, abrir uma simples planilha no computador e fazer a impressao digital.

A Matriz BCG é dividida em quatro quadrantes e a ideia é distribuir tudo o que a empresa produz e tem como portfólio nesses campos e tentar identificar como cada um deles se divide. 

Dependendo da classificação que ficou no quadrante da matriz, é possível entender e dar início às estratégias em relação às marcas e produtos de forma mais certeira, a partir de uma metodologia provada por décadas como uma grande aliada empresarial.

Como funciona a Matriz BCG? Saiba como elaborar

A Matriz BCG, como já dissemos, nada mais é do que um desenho ou um gráfico que ajuda a visualizar sua empresa como um todo. 

Parece simples, mas o resultado pode ser surpreendente e revelador. Vamos entender como montar a partir de agora. 

No eixo horizontal da Matriz BCG, você colocará na parte de cima a sua “Participação de Mercado”, ou seja, os produtos, serviços e o que você oferece para os clientes. 

No eixo vertical, a cartilha da matriz sugere para as empresas colocarem o título de “Condições de Mercado”, que dependendo da posição no gráfico, pode dar a entender em qual situação o produto se encontra em relação a um mercado aquecido ou não.

A partir disso, como são quatro quadrantes dá pra dividir entre duas colunas, a coluna da direita você coloca os produtos com baixo interesse do seu público-alvo e na coluna da esquerda você põe aqueles que fazem mais sucesso. 

Veja o passo a passo:

  1. Pegue um papel e uma caneta ou baixe uma planilha; 
  2. Faça o desenho de um quadrado; 
  3. Trace no meio uma linha perpendicular e outra na horizontal;
  4. Acima da linha de cima, escreva “Participação de mercado”; 
  5. Na linha da esquerda, escreva “Condições de mercado; 
  6. Pronto, você já pode começar a fazer sua Matriz. 

Mas, a matriz vai muito além disso, os quatro quadrantes têm nomes conceituais e cada um tem um significado. 

Quadrante 1: Ponto de interrogação

O quadrante 1, no canto superior à direita, onde geralmente se encontram os produtos novos e recém-lançados, como o caderno personalizado A4, é conhecido como ponto de interrogação. 

Os produtos ou marcas que você posicionar aqui são ainda hipóteses, testes, MVPs e uma forma de conhecer seu público. 

Eles ainda não dão lucro ou pelo menos, não o tanto que você precisa para fazer dar certo. 

Mas, perder dinheiro com os produtos desse quadrante é absolutamente normal, seja uma caixa de som nova ou qualquer outra coisa. O retorno virá depois, no próximo quadrante. 

Se o lançamento vai dar certo dependerá de diversas variáveis, mas a principal delas é garantir que haja mercado para este produto ser um sucesso. 

Caso contrário, será muito difícil passar para os quadrantes que designam isso.

Nesse quadrante, o produto, como um bom ferro de passar industrial profissional, tem potencial, mas ainda precisa ser divulgado e ser conhecido do público para ter certeza dessa hipótese. 

Há mais dúvidas do que respostas, por isso, o ponto de interrogação representa esse quadrante. 

Quadrante 2: Estrela

Caso o produto que está no quadrante 1 realmente dê certo, ele passa automaticamente para o quadrante 2, conhecido como Estrela, que está no canto superior à esquerda. 

Os produtos e marcas dispostos neste lugar do esquema da Matriz BCG já são sucesso, e geralmente, são o carro-chefe da grafica de producao de impressao digital, caso os produtos tenham a ver com papelaria.  

São aqueles, por exemplo, que você vende mais, lucra mais e tem maior variedade e investimentos em anúncios.

Continua sendo um produto em um mercado aquecido, assim como no quadrante anterior, mas com a diferença de vender mais.

Para manter, por exemplo, uma marca de delivery de medicamentos na categoria Estrela é preciso muito investimento e ficar de olho na concorrência que também tem produtos neste patamar.

Quadrante 3: Vaca leiteira

Quando o mercado desse produto que fez muito sucesso muda e vira totalmente o jogo, deixando de ser a principal cartada de uma empresa, a tendência é mudar para o quadrante 3, que fica no canto inferior à esquerda. 

Este quadrante é conhecido como Vaca leiteira. Aqui, ao contrário do que muita gente pensa achando que a Estrela é o auge de um produto, na verdade o número 3 acaba sendo o mais vantajoso para se chegar. 

Simplesmente, porque o produto ainda está na coluna de que vende bem e é conhecido do público e, agora, a grande sacada: ele não precisa mais de tantos investimentos. 

Sendo assim, o próprio produto se mantém sozinho porque sua história já foi construída. 

Seja por marketing boca a boca ou por ser um produto que caiu no gosto cultural de um determinado tipo de público, esta marca passa a se retroalimentar. E é aqui que mora o auge da Matriz BCG. 

Mesmo com a mudança de mercado, o produto é tão bom que desempenha bem ou, pelo menos, consegue sobreviver, até num mercado eventualmente desaquecido e mais desfavorável. 

Um grande erro dos empresários que veem seus produtos caírem um pouco em vendas por causa de um mercado desaquecido é continuar investindo e anunciando igual ou até mais do que antes. 

Isso afeta as margens de lucro e é assim que um produto morre mais rápido. A metodologia da Matriz BCG esclarece que neste estágio, o ideal é realmente parar de colocar dinheiro neste produto. 

O resultado tende a ser bastante positivo porque normalmente o caixa da empresa se faz nesse quadrante. 

Portanto, o que dá para investir este dinheiro pode ser colocado em novos produtos, alimentando o ciclo da Matriz BCG.

Quadrante 4: Abacaxi

Conforme o tempo passa, os produtos que fazem sucesso, mesmo sem investimentos e sem anúncios, podem cair e desaparecer em algum momento. 

Diante disso, muda-se para o quarto e último quadrante, no canto interior à direita, conhecido como Abacaxi.

Aqui, o produto já não vende bem e está em um mercado totalmente desaquecido. Não vale a pena investir nesse produto também.

Esse é o momento de tirá-lo do mercado para não ter mais nenhum gasto com algo que não vende mais e não há como reverter.  

Vantagens de usar essa Matriz

A Matriz BCG é bastante simples de usar, explicar para a equipe e implementar, porque como vimos, só  tem quatro quadrantes e dois grandes macrotemas que envolvem os produtos.

Além disso, é um modelo de análise empresarial muito famoso no mundo inteiro e totalmente reconhecido para mostrar a investidores e para quem mais quiser saber sobre a sua loja de informatica notebook

Basta mostrar a fórmula da Matriz BCG que as outras pessoas entenderão melhor o que sua empresa faz e como é o seu portfólio. 

Acaba sendo uma ferramenta muito útil também para empresas com multimarcas e produtos muito variados.

Usando como base essa matriz, é possível entender no que priorizar. Se você tem uma empresa de consertos, será que vale a pena conserto de celular ou de fogão? 

Isso ajuda a economizar gastos desnecessários e focar os recursos no que realmente importa, dá lucro e que será bom para a empresa.

Portanto, apesar de a Matriz BCG ser um método de análise atual, ela ajuda a dar perspectivas melhores e mais claras de investimentos futuros. 

Ao saber que um produto seu está no quadrante 3 e não precisa de tanto investimento, o que virá por aí? Essa abordagem pode ajudar e muito na continuidade de pensar bons produtos na sequência.

 Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

    cta

    Você sabe o que é CTA?

    propaganda

    4 tipos de propaganda gratuita para utilizar na internet