in

Veja 3 ótimos modelos de sedãs usados na faixa de R$ 50 mil

Procura por carros seminovos cresceu desde o início da pandemia; confira opções com preços mais em conta

Comprar um carro novo exige preparação financeira. A desvalorização da moeda brasileira tornou o custo de vida mais caro como um todo e isso atingiu também o mercado automobilístico.

Nesse contexto, cresce a busca por veículos seminovos. Dados da Federação Nacional de Veículos Automotores (Fenabrave) apontam que, em fevereiro de 2021, houve um aumento de 15,1% nas vendas de automóveis usados em comparação ao mesmo período de 2020.

Por isso, se você pretende trocar de carro mas está com o orçamento apertado, confira alguns ótimos modelos usados de sedã que custam em média R$ 50 mil, como os seminovos Ford.

Ford Ka Sedan 1.5

Esse modelo foi lançado em 2019 e é um carro flex, podendo ser abastecido com gasolina ou álcool. O seminovo apresenta um porte mais compacto, cinco lugares e quatro portas. No design, houve pequenos retoques em comparação às versões anteriores, trazendo agora, por exemplo, lanternas com um novo layout interno de luzes.

O câmbio automático e o motor 1.5 de três cilindros fazem o veículo apresentar bom desempenho. O motor oferece duplo comando de válvulas, o qual é variável e se movimenta por correia banhada a óleo. Esse mecanismo possui alta durabilidade, com vida útil estimada em 240 mil quilômetros.

Outra novidade é o câmbio automático de seis marchas. Esse sistema permite a realização de trocas sequenciais a partir dos botões localizados na alavanca. 

Hyundai HB20S 1.0 

Esse modelo Hyundai tem como principal destaque o porta-malas de 475 litros, maior em relação às versões anteriores do veículo. Ele apresenta um bom desempenho tanto na estrada quanto em ambientes urbanos.

Seu câmbio manual possui engates curtos e precisos, oferecendo bastante agilidade na hora de trocar as marchas. O resultado é uma baixa oscilação das rotações do motor durante as retomadas de velocidade e as acelerações. 

Esse modelo não é exatamente econômico no gasto de combustível, mas tampouco consome muito: dados do Inmetro apontam que a média de consumo de combustível do Hyundai HB20S seja de 12,8 a 14,7 km/L de gasolina e de 9,5 a 10,6 km/L com etanol — em ambos os casos, tanto na estrada quanto na cidade.

Mesmo apresentando cilindros ruidosos, motoristas e passageiros não são perturbados por barulhos incômodos a não ser em situações que exigem maior potência do motor, como em subidas muito inclinadas e em ultrapassagens.

Se você é daqueles que costuma pegar a estrada frequentemente, esse carro apresenta direção elétrica melhor do que a de suas versões anteriores, o que deixou o veículo mais confortável e estável para atravessar trechos com curvas intensas. A atualização, por sua vez, confere maior segurança para os passageiros.

Chevrolet Prisma 1.4 LTZ

Esse carro é mais econômico e equipado em comparação aos modelos anteriores e oferece um conjunto equilibrado, apresentando boa performance e custo razoável de manutenção.

O Chevrolet Prisma 1.4 LTZ é um dos veículos mais vendidos no Brasil nos últimos anos. O design apresenta algumas novidades, como a parte frontal totalmente nova, o que deu ao carro um visual mais novo. A traseira também ganhou para-choque e novas lanternas e as rodas também apresentam um novo desenho.

Outra novidade é que agora a direção possui assistência elétrica em todas as configurações. Isso faz com que o volante seja mais leve e preciso durante manobras, reduzindo os tremores que podem surgir com o desbalanceamento das rodas.

No Prisma 2017 foram incluídos motores 1.0 e 1.4 da nova geração SPE/4 ECO, que passaram a apresentar mais eficiência energética e uma nova geração de  transmissões. Outro atrativo do carro é que o Prisma LTZ vem equipado com motor 1.4 litro de 8 válvulas.

Independentemente de qual seja o modelo escolhido, é fundamental refletir sobre como você vai usar o carro. Se a ideia é realizar deslocamentos mais curtos e com poucas pessoas, as configurações essenciais serão diferentes daquelas presentes em usos que carregam mais pessoas e realizam deslocamentos mais duradouros.

Além de analisar os fatores citados acima, que são essenciais, é ainda necessário avaliar o preço, as configurações do modelo e as possibilidades de pagamento do veículo.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Como lavar um edredom de casal?

Conheça o modelo de ar-condicionado Hi Wall