in ,

Qual a importância do brainstorming?

brainstorming
Business team discussing ideas for startup. Leader speaking at board with notes and lightbulb flat vector illustration. Corporate meeting concept for banner, website design or landing web page

É extremamente comum termos alguma ideia que precisa ser desenvolvida ou algum problema que precisamos de solução e não encontrarmos forma de solucionar tal dilema. Para isso, é necessário realizar um brainstorming.

Pense em um domingo onde, após um jogo de futebol do seu time preferido, você se senta com seus amigos e juntos começam a discutir estratégias que aplicariam para evitar a derrota do time. Mesmo que de modo informal, isso é uma discussão e debate de ideias.

Traduzindo para a nossa língua, o brainstorming nada mais é do que uma “tempestade de ideias”, ou seja, é o ato de sentar e discutir sobre as possibilidade e formas de desenvolver uma solução para um determinado problema.

Qual o próximo passo do seu projeto? Qual tema será o foco do banner informativo lançado pelo seu setor? Essas e muitas outras perguntas que, por enquanto, estão sem respostas, podem ser discutidas e solucionadas em uma sessão de brainstorming.

Essa estratégia pode ser utilizada a partir de duas pessoas, podendo se estender até vinte ou mais, desde que se mantenha a ordem e seja realizada de maneira que realmente impulsione e colete ideias de todos sobre o assunto.

Esse conceito é utilizado principalmente por empresas que buscam ouvir os demais colaboradores das áreas, além de procurar soluções criativas e explorar ao máximo todas as possibilidades e perspectivas que o problema pode apresentar.

Portanto, seja como aplicar a sua nova tag personalizada para laços ou novas formas de empreender, o brainstorming é uma forma extremamente útil de expandir os horizontes de seu negócio e se tornar mais relevante no mercado de atuação.

Quais as etapas do brainstorming?

Muitos confundem brainstorming com simplesmente jogar conversa fora com uma ou um grupo de pessoas, o que é bastante errado. A estratégia visa seguir etapas e atingir um objetivo, afinal, a meta é conseguir encontrar uma solução que beneficie todos os lados.

Para que a prática seja bem sucedida e de fato auxilie os problemas colocados em mesa, por exemplo, o design da placa em acrilico para fachada, é necessário guiar as sessões e entender o funcionamento da reunião como um todo.

As etapas que compõem a sessão de brainstorming são:

  • Preparação;
  • Reunião;
  • Tempestade de ideias;
  • Seleção;
  • Definição.

Cada uma delas é de extrema importância para o desenvolvimento saudável da estratégia e falaremos um pouco sobre elas para que não fique dúvidas e você consiga compreender a fundo o porquê essa prática é levada tão a sério por muitas empresas.

1 – Faça uma preparação prévia do tema

O primeiro grande passo é entender o problema e apresentá-lo para as pessoas que irão participar da sessão, ou seja, todos devem saber sobre o que será a reunião para que consigam pensar um pouco sobre o assunto e como irão contribuir.

Vamos supor que o problema seja uma forma sustentável de realizar a plotagem para porta de vidro. Avise a todos os interessados que esse será o tema da reunião, portanto, para que todos busquem soluções e formas alternativas de contornar esse empecilho.

Tal atitude permitirá que todos pesquisem um pouco mais sobre o assunto e que cheguem ao dia da reunião com informações importantes e relevantes para construir uma boa sessão, além de já estarem um pouco mais por dentro do básico sobre o assunto.

Caso consiga, prepare um material básico e envie por e-mail para todos os envolvidos junto da data da sessão. Desta forma, você sabe que todos deveriam saber algo sobre o tema porque foi enviado um briefing sobre como será a reunião e o que se espera.

Isso evita problemas e contradições de pessoas que podem alegar não ter encontrado nada relevante sobre o assunto ou que não tiveram tempo de pesquisar sobre o tema da sessão.

2 – Saiba gerenciar a reunião

Usemos como exemplo o seguinte problema: como aumentar a visualização do rótulo alimentar dos produtos vendidos pela empresa. Saber conduzir a reunião é uma das características e habilidades que o organizador deve desenvolver.

Os participantes da reunião são humanos, portanto, podem se sentir envergonhados ou até mesmo tímidos na hora de propor as suas ideias. Faz parte da função do organizador preparar o ambiente para que todos se sintam à vontade.

Interessante também é estipular um período de tempo aproximado onde cada um tenha seu espaço para expressar a sua opinião e seus argumentos, afinal, todos ali estão disponibilizando seu tempo e esforço para contribuir com a sessão.

Seja através de convites personalizados ou outra estratégia, pergunte se teria mais alguém que deveria ser incluído na reunião. O importante é que os participantes consigam sentir que contribuíram de alguma forma com a reunião.

3 – Anote tudo que for possível durante o brainstorming

Durante o tempo em que estiver ocorrendo a sessão de brainstorming, procure prestar bastante atenção a todas as ideias propostas e anote todas elas, desde a que parece mais promissora até a que pareça muito absurda.

Isso gera algumas possibilidades e mostra que você está disposto a ouvir todas as opiniões e não descartou nenhuma perspectiva ou visão diferente sobre o tema abordado, ajudando a manter até mesmo uma certa ética profissional durante a reunião.

Independentemente se o problema é relacionado a letra caixa iluminada ou novas formas de empreendimento, é aconselhável que acumule o máximo de ideias que for possível, até porque, mesmo que ela não seja totalmente boa, pode ser que dê para aproveitar algo.

É muito importante que ninguém seja diminuído ou julgado durante o brainstorming, visto que isso pode prejudicar o fluxo das conversas, gerar atrito e causar insegurança para outras pessoas que podem ser muito colaborativas com o tema.

4 – Selecione as ideias mais interessantes

Esse é o momento onde serão definidos quais as ideias que serão encaminhadas, excluindo ideias que pareçam ruins ou medianas, sempre levando em conta que todos irão opinar sobre.

Procure sempre ser educado e explicar o motivo da ideia estar sendo descartada, dando a possibilidade para que o outro compreenda e justifique e argumente o porquê ela deve permanecer. Tudo é questão de uma boa conversa.

Esse também é o momento de criar novas ideias, pegando possíveis parcelas de uma e encaixando em outra, criando assim uma ideia nova e totalmente funcional, dependendo de como é utilizada e se faz sentido com o momento do negócio.

5 – Defina quais ideias serão aplicadas

Aqui serão descartadas as ideias medianas e ficarão apenas as melhores ou que mais tem relação com o momento atual da empresa. Às vezes a ideia é ótima, mas falta fundo e capital para implantá-la, portanto, é interessante levar tudo isso em consideração.

Mostre para todos os envolvidos o motivo de tais ideias serem escolhidas e como elas afetam a empresa como um todo, além de como elas podem beneficiar o negócio caso sejam aplicadas da maneira correta e como ela tem potencial frente às outras.

Os benefícios de um brainstorming de sucesso

Diversos benefícios podem ser adquiridos ao preparar e realizar uma sessão de brainstorming de sucesso, onde o primeiro e quase imediato são diversas ideias que podem ser a solução para o problema que tanto assola o seu setor ou a empresa.

Tais ideias podem ser relacionadas a qualquer setor da empresa ou até mesmo a problemas situacionais em uma equipe, onde os integrantes não conseguem encontrar uma solução por si sós, podendo, inclusive, apresentar o problema para outras pessoas.

Dessa forma, novas perspectivas são adicionadas ao resultado final. Outra vantagem é que o brainstorming não é uma reunião convencional, logo, as pessoas que contribuírem não serão criticadas ou julgadas durante o processo.

É durante as conversas que se descobre as ideias mais fantásticas que podem dar margem para a imaginação e criatividade, desde que, obviamente, não seja algo totalmente fora do tema abordado e que não seja algo impossível de ser feito.

Como por exemplo, o problema é resolver a superlotação de pessoas no refeitório durante o almoço. Qualquer ideia que tenha como objetivo mudar horário das áreas, aumentar o refeitório, construir outro lugar para comer são válidas.

Mas, tentar demitir pessoas somente para que pareça menos cheio, por exemplo, além de prejudicar a empresa por um motivo banal, é algo que não conversa com a ideia de procurar a melhor solução e que ajude muitas faces do mesmo problema.

Conclusão

Agora que você já sabe a importância do brainstorming, busque realizar com mais frequência e obter os melhores resultados para situações que pareçam sem saída.

Adapte tudo a realidade da sua empresa, podendo utilizar até mesmo um folheto a3 para divulgar a iniciativa, mas o importante é deixar a criatividade da sua equipe fluir, buscando sempre entregar o melhor possível ao cliente final.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Qual o sutiã ideal para seios grandes?

Por que Ribeirão Preto é conhecida como a capital do agronegócio?