in ,

Qual a diferença entre Pantone, RBG e CMYK?

cores

Definir a paleta de cores mais vantajosa para cada peça publicitária ou material que precise de coloração é uma etapa muito importante para o empreendedor e suas vendas. 

Essas configurações de coloração são voltadas para a área de design e comunicação visual  e são muito utilizadas por eles. 

Elas são de extrema relevância para garantir a qualidade das cores nos materiais impressos ou na análise pelas tecnologias. 

As principais ferramentas são Pantone, RGB e CMYK. Em resumo, são tipos de sistemas de colorações disponíveis para o mercado do design, sendo ele gráfico ou digital. 

É por meio deles que uma empresa de instalacao de placas de sinalizacao de animais, por exemplo, usa como base para a escolha das cores do logotipo. 

Eles são usados pelas empresas em quaisquer tipos de documentos e artes que necessitem de identidade visual. 

Isto posto, a diferença está em algumas funções e o modo como são usados. 

CMYK

A sigla significa em inglês, Cyan, Magenta, Yellow and Key. Quando traduzida, ela passa significa Ciano, Magenta, Amarelo e Chave. 

Em outras palavras, seu nome se refere à junção de algumas cores, sendo o “K” o representante da cor preto. 

Esse é o sistema encontrado mais frequentemente para impressões gráficas,em geral, como um banner impressao, ou seja, é destinado para qualquer projeto que tenha como objetivo final o mundo fora do digital. 

O princípio desse sistema é de que quando misturadas as cores azul, amarelo e magenta, o resultado será a cor preto. 

Por esse motivo, no nome, a cor preto não aparece como “Black”, mas sim, como o “K”, significando “Key”, traduzido como “chave”.

Dessa forma, a base para a configuração é o preto, facilitando a impressão. Ele pode ser puro ou composto. O puro é formado completamente pelo K, Key. 

Já o composto surge pela formação das quatro cores, sendo mais denso quando a impressão é realizada. 

Por esse motivo, precisa de mais tempo para secar e a utilização de papéis mais grossos para não rasgar.

Ele é usado em impressoras e fotocopiadoras e em materiais que serão enviados a uma gráfica. 

Isso para que não haja nenhuma divergência entre o conteúdo no meio digital e depois impresso. Portanto, são usados, também, para realizar a estampagem

É importante salientar que quanto mais cores forem adicionadas, mais escuro ficará a impressão e ele possui uma menor variedade de colorações. 

RGB

Essa sigla significa em inglês, “Red, Green and Blue”, traduzido como “Vermelho, Verde e Azul”. Esse sistema é o contrário da representação do CMYK.

Isso porque seu maior princípio é ser a cor luz. Tem uma escala de cor menor que o Pantone e maior que o CMYK.

Para ficar mais claro, ele possibilita a visualização de um conteúdo em telas que utilizam como fonte a luz, uma vez que todas as cores sobrepostas são equivalentes à cor da luz, o branco. 

Basicamente, ele soma as cores para realizar a formação de novas, sem depender das luzes externas. 

Ele é utilizado em qualquer material que será publicado no meio digital, sendo conteúdos para as redes sociais, publicações para o blog ou site, fotos nas redes sociais, um rascunho digital de uma nova capa de caixa de papelão personalizada para presente, o que for em monitores. 

Dessa maneira, essa configuração permite que o material que tem visualização por telas mostrará as cores fielmente. 

Pantone

A última configuração de coloração é o Pantone, que na verdade, refere-se a uma empresa responsável por formular paletas de cor capazes de criar novas tendências e é referência neste nicho. 

A premissa desse sistema é misturar diferentes pigmentos para criar novas cores especiais, incluindo tons metalizados. 

É um sistema de alta precisão, pois se baseia em uma escala em que cada cor possui uma numeração sem precisar misturar as primárias. 

Dessa forma, ela garante que uma determinada coloração terá o mesmo tom em todos os ambientes, digitais ou offline. 

Ele pode ser utilizado em logotipos para marcas presentes dentro e fora do mundo online. 

Assim, independente do ambiente, ele será o mesmo e as cores se manterão iguais, garantindo a preservação da identidade da marca.

Ele também é muito utilizado em grafica cartao de visita ou em publicações que não demandam um grande número de colorações, porque é necessário possuir uma tinta específica para cada cor selecionada. 

Gerenciamento de cores: importância

É muito importante definir um gerenciamento de cores certo na hora de realizar algum projeto específico. 

Portanto, serão citados alguns desses motivos, como prevenir problemas na arte final, garantir a imagem da marca e criar um conteúdo de qualidade e agradável.

Sendo assim, para que haja melhor compreensão das razões para prestar atenção nessa etapa do processo de criação, cada um será analisado mais a fundo. 

Sobre os problemas

Quando há um gerenciamento de cores, uma definição de acordo com o destino final de determinado projeto, ele garante que não haverá surpresas em relação à diferença de cores, pois o criador já terá noção de qual sistema usar e como será o resultado.

Sobre a imagem

A partir do momento que é criado um logotipo para uma empresa, é importante que ele tenha todas as cores iguais em qualquer meio que ele seja postado ou publicado. 

Dessa forma, ter um sistema de cores adequado permite que os consumidores reconheçam a marca em qualquer ambiente que ela esteja presente, solidificando a imagem. 

Sobre o conteúdo 

Quando é utilizado um conjunto de cores de qualidade em artes visuais ou em camisetas, é criado um conteúdo que tem qualidade e irá agradar os consumidores, muito importante para as empresas.

Por exemplo, uma empresa que vende adesivo carros disney precisa saber qual dos sistemas ela deve usar na impressão do produto, para que ele não fique desbotado ou com cores de baixa qualidade. 

Como prevenir erros

Muitas pessoas que entraram nesse ramo agora ainda tem certas dúvidas sobre como utilizar essas configurações e como garantir que o projeto sairá como desejado. 

Por isso, serão citadas algumas dicas para prevenir essas adversidades:

  • Fazer um planejamento;
  • Analisar a configuração de cada dispositivo;
  • Procure ajuda de parceiros;
  • Entenda em que pontos economizar;
  • Defina instrumentos de qualidade.

Portanto, para que haja melhor compreensão de como aplicar cada uma delas, elas serão analisadas separadamente e com mais detalhes.

Faça um planejamento

É muito importante, antes de começar o projeto e a definição de cores, pensar em quais plataformas ele será postado, se será utilizado para as redes sociais ou em um busdoor anuncio em Amazonas, para que possa ser definido o tipo de sistema a utilizar. 

Analise as configurações

É muito importante analisar as configurações dos dispositivos que serão usados durante o processo, para que o sistema de cores esteja de acordo com as suas especificações, não causando surpresas no resultado final ou desbotamento.

Peça ajuda

Ao iniciar um novo projeto de comunicação visual, em que a seleção de cores é muito importante, é importante pedir a opinião e ajuda de terceiros, sejam eles gráficos ou algum especialista. 

Isso porque é um processo complexo e que deve ser muito bem feito para garantir sucesso.

Portanto, contate algum conhecido e de confiança que tenha conhecimento de como usar cada sistema para alcançar os objetivos desejados. 

Entenda onde economizar

É importante saber em que pontos economizar os recursos investidos, para que a qualidade não seja afetada. 

Uma forma de fazer isso é utilizar um tipo de sistema que consiga misturar determinadas cores, ao invés de gastar dinheiro com várias tonalidades. 

Use ferramentas de qualidade

Ter ferramentas de qualidade para gerenciar as cores é muito importante, pois elas garantirão o resultado esperado e não causarão problemas ao proprietário. 

Por exemplo, uma empresa que precisa muito de adesivo para carro personalizado comprará uma impressora de qualidade, para que os documentos fiquem bons para uso. 

Assim deve ser, também, na seleção de cores e ferramentas. 

Conclusão

Portanto, é muito importante conhecer cada sistema de cor e entender em quais ocasiões é mais aconselhável sua utilização. 

Dessa forma, todos os processos sairão do papel com qualidade e agradando o público. 

É fundamental relembrar que existem algumas características que tornam os sistemas muito necessários para o sucesso e devem receber atenção, além de algumas dicas para conseguir fazer um trabalho com total qualidade. 

Além disso, existem diferentes sistemas de configuração de coloração, cada um com a sua função e utilidade específica, sendo os mais conhecidos o Pantone, o RBG e o CMYK, sendo necessário entender suas especificações para um melhor uso deles. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

profissionais criativos

Por que investir em profissionais criativos?

design

Qual a importância de um design para um site?