in

O que é mapa de site?

O sitemap, ou mapa de site, nada mais é do que um arquivo nos formatos HTML ou XML, que mostram os caminhos para as páginas de seu site, incluindo:

  • Categorias;
  • Vídeos;
  • Imagens;
  • Textos publicados.

Esta listagem com todo o seu conteúdo e todas as URLs registradas serve como uma espécie de guia para que os algoritmos dos motores de busca possam encontrar com facilidade seu material e apresentá-lo para os usuários que estavam fazendo pesquisas.

Assim, para que sua escola de dança apareça nas buscas quando alguém procura por “aula de dança forró”, é fundamental que a página esteja corretamente indexada.

A organização é toda realizada de modo hierárquico, para que o visitante não precise fazer toda uma jornada até a página desejada. Ele pode encontrar diretamente a subcategoria pela ferramenta de busca do site e acessar o conteúdo.

Para um melhor entendimento de como o sitemap funciona, vamos dar um exemplo: sua página inicial é como se fosse a entrada de um mercado. Muitas vezes, o cliente só quer entrar no local e olhar um produto específico que ele já estava procurando antes.

Neste caso, o mapa do site faz toda a organização para que, tal qual no mercado, ele consiga ir diretamente no corredor onde o produto está. O sitemap funciona de forma similar a um mapa, que indica onde você está em um ambiente comercial.

Quais são os formatos do mapa de site?

Cada um dos formatos possíveis para a criação de um sitemap tem suas particularidades. É importante entendê-las para fazer a escolha mais assertiva com relação a qual formato você pretende utilizar em sua página e sua estratégia funcione corretamente.

HTML

A linguagem HTML (Hypertext Markup Language, ou linguagem de marcação de hipertexto) é uma das mais utilizadas na programação, e é fundamental para a construção de páginas web.

Por ser uma ferramenta que já é utilizada para facilitar a navegação dos visitantes no site, acaba sendo um formato útil para a criação do mapa do site. O HTML é mais voltado para o usuário comum, que tem interesse em entender a estrutura do site.

Para criar o site de sua empresa de higienização interna automotiva, talvez você não tenha conhecimentos técnicos o suficiente para criar um indexador em XML. Nestes casos, esta é a melhor opção para garantir bons resultados.

Trata-se de uma convenção criada entre os desenvolvedores de site, mas tem sido cada vez menos utilizada por falta de acesso dos próprios usuários.

Nestes casos, é possível encontrar qualquer conteúdo de uma maneira mais rápida através de campos de busca personalizados.

XML

O XML (Extensible Markup Language ou linguagem de programação extensível) é a opção mais utilizada nos dias de hoje e, normalmente, é a escolha certa para criar marcações especiais.

No caso de sitemaps, ela serve para ajudar a indexar o site todo, uma vez que este formato permite que motores de busca identifiquem toda a hierarquia das páginas e repassem a informação para o usuário que está realizando a pesquisa.

Se a página possui um grande volume de informações, como categorias, subcategorias, páginas fixadas, produtos e subprodutos, os algoritmos de sites de busca podem acabar tendo dificuldade para encontrar as informações necessárias para a resposta do usuário.

No caso de uma escola particular infantil, por exemplo, todos os links referentes às atividades da escola serão indexados em um único arquivo, facilitando as buscas por robôs de sites de busca.

Nesse aspecto, o mapa de site em XML é exatamente o elemento necessário para facilitar o trabalho de busca, uma vez que é uma ferramenta otimizada e pensada para ajudar estes robôs de pesquisa.

É importante lembrar que um mapa de site não é capaz de resolver todos os problemas sozinho.

Para conseguir um melhor engajamento com ferramentas de busca, você deve pensar em toda a arquitetura de links internos e estruturar seu site para conseguir um bom acesso e reconhecimento pelas plataformas corretas.

Além disso, você deve pensar em alternativas para tornar a indexação de páginas novas mais fácil e rápida, tornando o mapa de site XML sempre atualizado e uma ferramenta poderosa para alavancar seu conteúdo.

Indiretamente, um site de empresa de motoboy com um bom mapa XML, por exemplo, acaba conseguindo mais visitas, embora não seja uma ação direta da indexação. 

Isso acontece porque, quanto mais bem estruturada for sua página, maiores as chances de chegar a um público mais diverso.

Por isso, quando você começa a alinhar seu site para conseguir um melhor ranqueamento em páginas de pesquisa, é ideal avaliar cada ponto da estrutura para conseguir resultados expressivos.

Isso não exime sua responsabilidade na produção de conteúdo. É essencial pensar que o principal fator para conseguir mais acessos e mais pessoas consumindo seu conteúdo ainda é a qualidade do que você produz.

Estas e outras ferramentas de engajamento são funcionais, mas dependem de um bom trabalho para alcançar os resultados esperados.

Em casos de sites com conteúdo dinâmico, ou páginas com muitas imagens, o que pode dificultar para os algoritmos de ferramentas de busca encontrarem o conteúdo, o mapa de site em XML pode fazer toda a diferença.

Esse é o caso de empresas que trabalham com conteúdo muito visual, como lojas de jardinagem e paisagismo. Por isso, é importante otimizar a ferramenta e manter seu site atualizado, para que você consiga utilizar da melhor forma possível esses recursos.

Qual a importância de um mapa de site?

A simples utilização de um mapa de site já deixa claro para qualquer motor de busca a vontade da página em colaborar com o bom andamento da ferramenta, o que passa muito mais credibilidade e profissionalismo à página da web.

Dessa forma, o algoritmo irá acabar mantendo um registro e procurando informações de seu site como uma fonte confiável de dados, alavancando ainda mais sua página no ranqueamento de pesquisas.

Assim, sua clínica que faz tomografia veterinária será encontrada com muito mais facilidade por um cliente interessado no serviço.

Além do fato de identificar e facilitar a busca por páginas, o sitemap também permite uma manutenção mais rápida e estruturada de atualizações dos conteúdos postados, permitindo que os robôs de busca consigam encontrar com muito mais facilidade os novos conteúdos.

Quando o site é construído com URLs canônicas (aqueles que possuem o melhor endereço disponível para a página) é possível ter resultados muito melhores em termos de SEO.

Outro ponto importante a se levar em consideração é a quantidade de URLs em um mapa de site. O limite para colocar links é de 50 mil, mas o ideal é que você não ultrapasse 10 mil links em um mesmo sitemap.

Isso porque quanto menor for o arquivo, mais rápido os robôs conseguirão identificar os resultados do site da sua oficina de funilaria ou qualquer outra empresa mais rapidamente e apresentarão resultados melhores. 

Páginas com muitos links podem demorar para serem lidas, e acabar sendo deixadas para trás.

Vale lembrar que todos os mapas do site trabalham em conjunto com as ferramentas de busca, sendo uma etapa fundamental para uma boa estrutura de SEO.

O que fazer com meu mapa de site?

A principal recomendação para seus mapas de site é que eles sejam armazenados e carregados em seu servidor. Isso pode ser feito pela própria plataforma de hospedagem ou utilizando um servidor FTP, o mesmo usado para movimentar os arquivos de seu site.

O processo inicial é bem simples: basta colocar o arquivo na mesma subpasta em que as URLs se encontram. Entretanto, é preciso pensar em alguns ajustes importantes para o mapa de site de fato começar a apresentar elementos de avanço junto aos sites de busca.

Algumas das plataformas mais famosas do mercado possuem suas próprias aplicações, onde você pode enviar seu mapa do site para uma melhor indexação e melhorar ainda mais seu SEO.

Dependendo do formato que você utilizar em seu site, é possível que no painel de controle, onde é possível editar dados e criar novas publicações, você consiga acesso a algum aplicativo que permite a utilização do mapa de site.

Uma empresa de carimbo empresarial pode optar por uma ferramenta mais simples para a construção de seu site, já acoplando a ideia do mapa de site na estrutura da página.

Nestes casos, basta seguir o passo a passo que é disponibilizado, e começar a utilizar a ferramenta.

Considerações finais

O mundo virtual é extremamente competitivo. Ter um site é fundamental para qualquer empresa, mas não é um indicativo de sucesso. Por isso, todas as ferramentas que estiverem à sua disposição devem ser estudadas e utilizadas com sabedoria.

Para conseguir aparecer e se tornar referência de mercado, você precisa garantir que sua página esteja integrada a elementos simples em motores de busca, e o mapa de site é a principal ferramenta para esse tipo de ação.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

Por que um site deve possuir um Blog?

7 hobbies para começar hoje mesmo!