in ,

O que é automação de marketing?

automação

Uma das maiores revoluções das últimas décadas foi a do crescimento da Inteligência Artificial no mundo dos negócios, o que permite automação do marketing e da publicidade.

Assim, influenciando vários setores empresariais, indo até uma maior segurança de dados.

De fato, ao falar sobre automação ou automatização tendemos a pensar logo em fábricas com esteiras enormes e braços mecânicos. 

Essa também é uma frente possível para esse tipo de recurso, sem dúvida, mas nem de longe é a única existente.

Na verdade, quando uma empresa de manutenção de ar condicionado cria um site com um chatbot, que é aquele robozinho que fica no canto da tela dando algumas respostas automáticas, já podemos falar em automatização do marketing.

Na prática, porém, há um universo de possibilidades que vão muito além de um chat no website. 

O que a automação permite de mais incrível é substituir ou mesmo superar os esforços dos colaboradores, que antes eram feitos exclusivamente por pessoas.

Lembrando que isso não vai necessariamente causar desemprego, como é tão comum ouvir no debate a esse respeito. 

Na verdade, as pessoas sempre serão necessárias para a criação, manutenção e inovação do marketing automatizado.

Afinal, uma clínica veterinária 24h pode investir em disparos massivos de e-mails customizados, acelerando e muito seu funil de vendas. 

Entretanto, nem por isso ela pode dispensar a ajuda de funcionários para configurar e operar a campanha.

Além do mais, embora a automação do marketing ajude a captar leads e acelerar a jornada da compra, isso não afasta o trabalho humano, mas sim aumenta a demanda por atendimento, suporte e eventuais serviços de instalação e afins.

Por isso, decidimos escrever este artigo, trazendo aqui explicações sobre do que exatamente se trata o marketing automatizado.

Para deixar isso mais claro, também vamos explicar os motivos pelos quais uma empresa deve contratar este recurso.

Por fim, é preciso listar as funções mais exatas e práticas desta ferramenta, que hoje evoluiu tanto que já pode ajudar empresas de qualquer segmento, seja para quem instalar kit GNV G5 ou para quem tem uma loja de roupas e calçados.

Isso é o mais bacana, pois assim o tema pode auxiliar qualquer modelo de negócio. 

Inclusive, trazendo vantagens e benefícios tanto para quem está começando agora, como para quem já tem algum nome no mercado, mas ainda não deu esse passo a mais.

Sendo assim, se você quer entender de uma vez por todas como a automatização do marketing é algo que pode revolucionar a história do seu negócio, fortalecendo sua marca e aumentando suas vendas e resultados gerais, basta seguir adiante na leitura.

Por dentro do assunto

Hoje em dia se fala muito em tornar uma empresa sólida, sustentável e capaz de crescer em escala. 

Falando assim, essas três palavrinhas podem parecer fáceis de dominar, mas a verdade é que na prática é bem diferente.

Ninguém pode crescer realmente sem antes garantir uma base nas operações de marketing, como algo que permita que essas mesmas operações tenham maturidade e lastro real com o público e com a filosofia da empresa.

Realmente, um dos maiores erros nessa área é o de colocar a tecnologia à frente de tudo, mas com isso perder o poder de ser autêntico com os leads e com os clientes.

Na verdade, a automação bem aplicada está aí para evitar isso. Como uma empresa de limpeza de coifas, que pode tornar sua comunicação muito mais assertiva, eficiente e personalizada, em vez de perder nesses requisitos.

Para isso, o primeiro passo da automação é dividir seu campo de atuação em estágios, que são mais ou menos os seguintes, a depender do modelo de negócio:

  • Captação de leads;
  • Nutrição desses contatos;
  • Prospecção dos leads;
  • Negociação com o cliente;
  • Fidelização do consumidor.

Outro modo de se referir a essas etapas é falando do funil de vendas, que pela ótica do cliente também pode ser chamado de jornada da compra.

O importante aqui é entender que sem essa compreensão prévia não é possível sair automatizando processos, pois cada etapa precisa ser entendida em seu conjunto.

O mais interessante é que o marketing automatizado pode começar antes da conversão do cliente, já na captação dos leads

Bem como pode se estender para depois da compra, nas fases de fidelização e engajamento do consumidor.

Por que aplicar tudo isso?

Já vimos que solidez, sustentabilidade e escala não são coisas fáceis de conseguir na realidade de uma empresa, seja ela uma multinacional ou uma loja de bairro. 

Entretanto, é preciso detalhar um pouco esses pontos, deixando mais claro o papel da automação de marketing.

Por exemplo, sustentabilidade não remete apenas ao sentido ecológico, mas também ao corporativo. O que significa que uma empresa é capaz de crescer com consistência, sem comprometer seu fluxo de caixa.

Do mesmo modo, escala não significa apenas aumentar de tamanho, como pensam alguns, mas fazer isso sem inflar os custos e sem permitir que os gastos disparem.

Assim, quando uma empresa de conserto de fechaduras decide implementar ou contratar este recurso que é o do marketing automatizado, ela se coloca na realidade das grandes corporações que dominam esses conceitos mais estratégicos.

Sendo assim, ela utiliza a tecnologia a seu favor e com isso fortalece sua própria cultura corporativa, indo muito além em termos de filosofia da marca, enfrentamento da concorrência e conexão com o público.

Lembrando que tornar os processos mais eficientes e assertivos, é algo que pode fazer da jornada de compra do cliente uma verdadeira máquina de vendas.

Marketing vs. comercial

Um dos maiores dilemas de qualquer empresa moderna é saber onde acaba o papel do marketing e começa o papel do comercial, o que se não for bem entendido pode trazer diversos problemas no curto e longo prazo.

O grande dilema está naquele campo nebuloso em que o marketing já fez sua parte e agora precisa passar o lead para um vendedor, sob o risco de demorar muito e perder a oportunidade.

De fato, é bem provável que seus leads e contatos comerciais estejam cotando também com a concorrência. 

Como uma empresa que vende bateria 40 amperes, cujo maior concorrente pode estar fisicamente perto de seu estabelecimento.

Portanto, o mais aconselhável para não perder o timing certo é, justamente, automatizar esse processo todo. 

Assim, sempre que o lead atinge um score preestabelecido (uma nota de maturidade), um alerta já aciona os vendedores.

Saber fazer essa ponte é um grande desafio, mas automatizá-la é algo que vai facilitar e muito na hora de criar um processo que aproxime esses dois setores que são diferentes, mas profundamente interligados.

Faça a gestão de clientes

Outro ponto que pode comprometer o desempenho de algumas empresas é considerar que o negócio deva ser guiado de modo espontâneo, sem a racionalização de processos e o planejamento para cada ação empreendida.

No caso do marketing essa gestão autocrítica precisa ser muito bem feita, o que vai permitir manobras incríveis, graças a programas como um CRM.

Sigla para Customer Relationship Management (Gestão de Relacionamento com o Cliente), com essa automatização via software uma empresa que faz dobra de chapa pode entender melhor as funções da automatização como ferramenta.

O primeiro ponto radical é a facilidade de operar, já que hoje ninguém mais anota os dados de um cliente em uma agenda física.

Ao colocar no sistema, você ganha funções como montar um histórico, aprofundar no perfil, fazer pesquisas e enquetes, disparar e-mails e ofertas automaticamente, segmentar o público, entre outras.

O poder das métricas

Por fim, outra vantagem enorme, que também já mostra uma das principais funções da automatização e uma razão muito forte para contratá-la, é a dos relatórios.

Antigamente o marketing era pouco assertivo, pois ao anunciar em uma televisão ou rádio você não sabia quem ia consumir aquele conteúdo. Ao mesmo tempo, os resultados só podiam ser mensurados de maneira mais genérica.

Hoje, porém, com o marketing digital e a automatização, é possível fazer um monitoramento incrível das ações já empregadas, o que traz vantagens de vários tipos.

Por exemplo, uma empresa de venda de motor para caminhão consegue investigar qual tem sido o desempenho de cada ação de marketing empreendida, seja nas redes sociais, no próprio site ou nos motores de busca.

Com isso, é possível saber qual está gerando mais efeito, então, o melhor é investir mais nessa estratégia e deixar as outras um pouco de lado.

Além disso, com a automatização dos relatórios, é possível fazer levantamentos de qualquer período, desde anuais e mensais, até semanalmente ou mesmo diariamente.

Conclusão

A automação aplicada ao universo corporativo não inclui apenas esteiras industriais altamente tecnológicas, mas também pode incluir um marketing, e um comercial mais assertivo.

Compreender isso passa por uma visão mais apurada do funil de vendas e da jornada da compra, bem como da relação entre marketing, comercial, softwares, gestão e até monitoramento.

Com as dicas e informações que trouxemos acima, você já pode entender melhor os conceitos por trás desse universo, bem como as medidas que deve tomar para se beneficiar dele.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

O que é consultoria de marketing?

leads

Nutrição de leads: O que é?