in

Networking: Saiba o que é e porque pode ajudar no desenvolvimento de uma empresa

networking

O networking, ou rede de contatos, é compreendido como um tipo de relacionamento entre pessoas que tem como propósito uma vida profissional. 

A partir da manutenção e prática deste, é possível conhecer pessoas que lhe indiquem para vagas ou até que sirvam para os cargos que a companhia que você trabalha oferece.

De modo geral, o networking pode ser considerado a construção de uma rede de contatos, que muitas das vezes acontece a partir de interações em âmbitos fora do trabalho.

Por exemplo, uma das principais vantagens para quem entra na faculdade é conseguir a formação de um networking da área, onde pessoas da mesma profissão e que convivem anos podem te ajudar a garantir um emprego em uma empresa de pintura residencial.

Além disso, é bem comum que dentro do networking seja possível encontrar pessoas com os mesmos propósitos e ideias de projetos, que podem se transformar em sócios.

O networking é sempre algo interessante, pois além de abrir portas, vai fazer com que você tenha um contato com as pessoas do seu ramo, conhecendo diferentes pontos de vista, empresas e ainda conseguir ter um contato com um concorrente de trabalho.

Neste artigo, vamos entender um pouco melhor sobre essa relação, levantando pontos que podem te ajudar a desenvolvê-la e algumas das vantagens que ela oferece. Acompanhe!

Afinal, o que é o networking?

O networking tem como base a relação de uma ou mais pessoas dentro de um contexto profissional. Um bom exemplo de como é possível formar essa rede é a partir de conversas e até mesmo jantares dentro de um contexto um pouco menos formal, como em:

  • Palestras;
  • Cursos;
  • Oficinas;
  • Congressos.

Ainda assim, é bem possível começar o networking dentro de casa, pela internet, ao conversar com um grupo da faculdade ou até mesmo interagir nas redes sociais com pessoas que estudaram com você em um curso de manutenção de para raios.

Ou seja, é possível estabelecer uma rede de contatos em qualquer lugar, ainda que não seja exatamente na área que você deseja trabalhar. O principal ponto de importância aqui é a relação entre pessoas e como isso pode vir a ajudar no futuro.

Por exemplo, é bem possível que você já tenha indicado uma pessoa que estudou com você na faculdade ou que trabalhou em um estágio anteriormente para uma vaga.

Sobre as vagas, é válido trazer à tona a grande dificuldade de pessoas formadas em começarem no mercado de trabalho, ou até mesmo trocarem de cargos. Ter o contato certo, na hora certa e com uma possibilidade de trabalho para oferecer é mais do que importante.

Ainda assim, e no caso de pessoas que já trabalham na área de autorizada philips, por exemplo, é necessário continuar e cultivar a criação de relações.

Isso porque, nunca se sabe o dia de amanhã, e algo que não é necessário hoje, pode se tornar. Além disso, ter contato de networking ainda trabalhando pode fazer com que você encontre profissionais para uma vaga, ou consiga entender o mercado em que trabalha.

Existem casos onde o networking para pessoas empregadas acontece na resolução de problemas, ou até mesmo na ajuda dentro do contexto de seus trabalhos usuais.

É o caso de uma assessora de imprensa que necessita da ajuda de colegas jornalistas para conseguir alavancar o release de um cliente. Ou seja, ela está empregada, mas ainda assim vai precisar da ajuda de seu networking para que possa entregar essa tarefa.

Por isso, quanto melhor as pessoas incentivarem a construção própria de networking, certamente mais benefícios terão a longo prazo, ou ainda, em uma situação atual.

De que forma é possível desenvolvê-lo?

Neste tópico, você irá conhecer algumas das principais maneiras de incentivar a criação ou o fortalecimento do seu networking dentro de seu nicho de atuação, colocando como ênfase o melhor relacionamento com pessoas do ramo.

1 – Escolha os lugares certos para estar

A base da construção de um bom networking se faz a partir da conexão dentro de espaços de interação. Ou seja, é importante que você e as pessoas com quem deseja conversar estejam em ambientes próprios para a interação e que permitam uma conversa.

Dentro dos principais estão: faculdades, cursos, oficinas, eventos corporativos, premiações, dentre outros. É mais do que necessário estar presente dentre esses lugares para tal.

Além disso, o ideal é escolher bem esses ambientes, permitindo que haja uma conexão com pessoas certas, e não com aquelas fora da sua bolha de trabalho, que possam não contribuir com nada ou não conceder espaço algum para a comunicação.

2 – Seja comunicativo

A comunicação é a base da criação de um bom networking. Sem esse primeiro passo, é bem possível que você acabe não tendo nenhuma relação com pessoas em um evento de aluguel impressora. Por isso, começar a falar ou responder pode ser uma solução.

Diversas pessoas são introvertidas, ou seja, tem uma maior dificuldade de falar demais e interagir. A melhor dica nesses casos é começar falando com pelo menos uma pessoa.

Já para aquelas que têm uma facilidade maior para conversas com pessoas desconhecidas, é interessante tentar chegar em grupos de pessoas, seja por meio de uma única ou de fato pedindo licença para contribuir com a discussão, levantando seus pontos de interesse.

3 – Tente encontrar pontos de conexão

Em um espaço de interação e criação de networking, é bastante comum que existam conversas do gênero, que evoquem pontos da profissão, discussões e até mesmo novidades que poucos sabem, como a abertura de uma empresa de motoboy entrega.

Para que uma simples conversa possa se tornar um bom tipo de networking, é essencial que existam pontos de conexão entre as pessoas e que isso leve a uma interação maior.

Para tal, a melhor forma de induzir ou entrar em uma conversa é a partir da conexão de pontos de interesse. Ou seja, procure levantar conversas que tenham a ver com uma pessoa em comum, uma experiência semelhante e até mesmo um ponto de vista. 

4 – Foque em contatos nas redes

Mesmo que a interação presencial seja, em alguns casos, a maneira mais recomendada de iniciar um networking, as redes sociais podem servir para auxiliar na manutenção dessas conexões, permitindo um contato até maior, visto que pode ser periódico.

O melhor então é procurar as redes sociais, sejam elas pessoais ou corporativas de pessoas da sua área de Bobina térmica para impressora fiscal, para assim dar continuidade na interação por esse meio.

Esse tipo de plataforma nos permite estabelecer discussões e conversas que podem ser interessantes dentro de um viés profissional, e por meio de um acompanhamento contínuo, é possível saber mais sobre aquele networking e também se tornar parte daquela rede.

5 – Ajude sempre que puder

O networking é uma das principais formas de se conseguir um trabalho, o acesso a uma empresa, como uma de chave canivete codificada,  que antes poderia ser quase inacessível. 

Dessa forma, podemos dizer que ter um bom networking permite sempre uma ajuda contínua de amigos, quando se precisar.

Ainda assim, é fundamental que haja uma cooperação de mão dupla, ou seja, que prevaleça a ajuda de ambos os lados, o que faz com que a escolha por uma pessoa do seu networking para uma vaga seja importante e possa de fato formar ali uma troca futura.

Quais as principais vantagens que ele oferece?

Dentre as principais vantagens que o networking oferece está a forma de conquista de oportunidades, sendo esta considerada uma das principais em meio a essa construção.

É também possível ter como benefício a formação de equipes interessantes dentro de um trabalho, com bons profissionais que você conheceu dentro de um networking.

A informação sobre pontos e notícias da área também é algo que vem como uma vantagem. Há casos em que empresas dentro de uma área ou uma localidade precisam saber sobre algumas atualizações para que tomem melhores decisões nas equipes.

Por meio de um bom relacionamento com todos, esses pontos acabam sendo oferecidos, contribuindo imensamente para estratégias dentro de uma empresa de reparo iphone, por exemplo.

Por fim, podemos dizer que a partir da criação de um networking, a produtividade em seu próprio trabalho pode ficar melhor, ainda mais em casos onde os serviços necessitam que você conheça e tenha contatos com outras pessoas, que podem lhe ajudar.

Considerações finais

O networking, ao contrário do que se imagina, é uma ferramenta potente baseada na ligação de pessoas, dentro de relacionamentos onde a vida profissional é praticamente a principal impulsionadora de conversas, escolhas e até mesmo indicações.

Contar com a ajuda de profissionais de um networking e também ajudá-los pode ser uma das melhores formas de trabalhar dentro de qualquer mercado. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

twitter

Como o Twitter pode ajudar uma empresa?

churn rate

O que é churn rate?