in , ,

Entenda o que é a matriz SWOT

matriz swot
SWOT analysis team working on list of your opportunities, strategizing and monitoring. SWOT analysis and matrix, strategic planning concept. Pinkish coral bluevector isolated illustration

A falta de planejamento estratégico é a principal causa de declínio nas empresas, que muitas vezes precisam aplicar a matriz SWOT.

Ela é um exemplo de medida de nível estratégico simples e de fácil compreensão. Quando se fala nesse tipo de tática é a mais alta dos três níveis organizacionais na administração. 

Portanto, entende-se como uma etapa demasiadamente técnica e inacessível para aqueles que não dispõem de formação na área, afugentando pequenos empreendedores.

Contudo, esta não é uma visão ancorada na realidade, pois são numerosos os métodos de análise aplicados neste nível que são intuitivos, ou seja, de fácil compreensão para a maior parte das pessoas. 

Isto por propor-se a traduzir, na aplicação à negócios, um modo de avaliação típico a qualquer decisão da vida. 

Sendo assim conheça mais sobre a matriz SWOT que significa em português, Forças, Fraquezas, Oportunidades, Ameaças. 

Além de aprender como realizar o posicionamento de marca com essa matriz.

A matriz SWOT

Os conceitos que norteiam a matriz SWOT partem da noção do quanto é importante um panorama completo do cenário interno e externo de um empreendimento para a tomada de decisão. 

Um tratamento negligente para com os aspectos internos de determinada situação, em geral, caracterizados por questões que envolvem o gerenciamento de capacidades pessoais, provoca uma abordagem irrealista do que deve ser feito.

Ignorar os fatores externos despreza o poder de posicionamento destes que são capazes de impulsionar e direcionar todo o processo decisório no estabelecimento de objetivos. 

Não há novas decisões na ausência de novas modificações no ambiente. 

A matriz SWOT reúne ambas as esferas em um conjunto de quatro tabelas definidas como forças e fraquezas, para os fatores internos, e oportunidades e ameaças como fatores externos. 

O acrônimo SWOT advém da junção das iniciais destes termos citados acima em inglês, respectivamente: strenghts, weaknesses, opportunities e threats

Com o cruzamento destas informações, constrói-se um plano de metas que podem incluir investimentos monetários em diversos setores, como a compra de equipamento de cozinha industrial a ser utilizado por colaboradores de nível operacional.

O modelo foi desenvolvido, na versão mais aceita dos fatos, por professores em 1960 a partir da avaliação das quinhentas maiores empresas americanas. 

O período foi marcado por grandes inovações de métodos aplicados na Teoria da Administração. 

Hoje é possível replicar esta análise em empresas de capital aberto, onde seus resultados são de conhecimento público e a marca possui uma forte identidade, facilmente reconhecível em uma camisa de empresa bordada.

Esta matriz é o ponto de partida para a análise de uma empresa, seus processos, sua identidade e contribuição para o mercado consumidor. 

Com isso, é possível evitar problemas de ordem diversa que podem submeter o negócio a alto risco de prejuízo.

As consequências negativas da falta de conhecimento sobre dados estratégicos de um empreendimento consistem na formação de planos de ação ineficientes, perda da competitividade diante do público-alvo, precificação inadequada e má alocação de recursos.

Esta combinação pode provocar prejuízos exponenciais de curto e longo prazo que comprometem profundamente a solvência e a longevidade.

Isso mesmo em empresas que oferecem serviços de alta demanda como embalagens delivery personalizadas e restaurantes.

A importância do planejamento estratégico nunca se fez tão presente quanto na revolução informacional causada pela era digital.

Onde pessoas e empresas são aproximadas em gigantescos blocos de produtores e consumidores, ausentes de limite geográfico. 

Forças

Considerado parte do espectro interno de uma empresa e independente de seu espectro externo, as forças podem representar qualquer ponto de domínio a nível de produção, logística ou marketing. Trata-se do diferencial desta empresa em relação a seu produto.

Tome como exemplo uma loja de informatica notebook, celulares e acessórios que atue como um intermediário entre lojas distantes do raio geográfico de seu público-alvo e estes compradores.

Pode ser considerada uma força a capacidade de oferecer produtos inéditos a um mercado através de uma rede de logística robusta. 

Empresas do setor de Tecnologia que exibem um histórico de pioneirismo podem destacar sua veia inovadora como uma força.

Bem como softwares, hardwares e soluções tecnológicas com maior potência, durabilidade ou menor consumo de energia. 

Na tabela SWOT, a listagem das forças é feita no canto superior esquerdo de um plano cartesiano.

O eixo horizontal é separado em fatores positivos ao lado esquerdo e fatores negativos, ao lado direito.

O eixo vertical, por sua vez, se divide em fatores internos, no lado superior, e fatores externos, no lado inferior. 

Para todas as instituições que desejam realizar um diagnóstico detalhado, este fator é melhor exposto com uso de uma análise do modelo organizacional, insumos utilizados, cadeia produtiva, credibilidade jurídica, saúde financeira e estrutura logística. 

Fraquezas 

As fraquezas dizem respeito aos aspectos internos que prejudicam o bom posicionamento de uma empresa no mercado. 

Representa uma característica que empresas do mesmo setor possuem que o negócio analisado não possui. 

Um pequeno empreendimento que confecciona doces e bolos para eventos precisa de equipamentos de qualidade para executar o trabalho com eficiência.

A indisponibilidade de uma batedeira de massa industrial configura-se como uma fraqueza neste cenário.

Grande parte das fraquezas se acumulam nos níveis de produção e logística: como as forças, as fraquezas devem ser analisadas em contraste com o setor em que o negócio está inserido e em contraste com os processos da própria empresa, buscando focos de prejuízo. 

O exemplo citado acima é uma fraqueza em contraste com os processos da confeitaria, que enxugaria gastos com um equipamento mais potente.

A fraqueza também pode ser explicada em contraste com concorrentes que possuem tal instrumento. 

Empresas que trabalham com produtos rapidamente perecíveis apresentam um gasto maior com máquinas e técnicas de conservação, um custo que afeta a liquidez financeira da instituição. 

Configura-se em uma fraqueza ainda que o setor trabalhe com o mesmo produto.

A chave para diferenciar a análise de fatores externos e fatores internos nestes casos se encontra no tempo. 

A matriz SWOT é um método de detecção de desafios presentes e futuros. 

Oportunidades 

Para captar oportunidades é necessário um olhar atento que detecte sinais de novos cenários em formação. 

Disto se trata o campo das oportunidades na matriz SWOT, graficamente posicionado no canto inferior esquerdo. 

As oportunidades são situações externas que podem garantir uma vantagem futura do negócio analisado em relação a seu setor e concorrentes. 

Caso sejam aproveitadas, são a chance de reposicionar a marca de modo mais favorável no mercado. 

Em muitas situações, as oportunidades representam um investimento específico de retorno a longo prazo. 

Empresas com alto capital de giro aplicam seus recursos em iniciativas inovadoras para cobrir demandas que não foram propriamente satisfeitas. 

Outras estão em sintonia com os anseios de seu público-alvo, abocanhando novas demandas rapidamente com o lançamento de novas coleções, expansão de linhas antigas e rotatividade de produtos, estratégia muito presente no setor de cosméticos. 

Variações econômicas também podem significar uma oportunidade. Taxas de câmbio, juros, mudança de diretrizes de política monetária, dados sobre importação e exportação carregam em si o potencial de explorar áreas anteriormente inacessíveis. 

As oportunidades representam parte da contextualização de uma empresa diante do setor em que está inserida, de forma a adequá-la a um cenário dinâmico, em constante transformação. 

Porém, nem tudo se caracteriza como um fator positivo.

Ameaças 

Variações econômicas também podem significar uma ameaça. Crises fiscais, queda da produtividade nacional, inflação, queda no consumo e aumento da insegurança institucional representam consideráveis ameaças para a maior parte dos negócios. 

As ameaças, posicionadas no canto inferior direito do plano cartesiano SWOT, são todas as mudanças de maré no cenário externo que se transcrevem como uma futura desvantagem para o empreendimento sob análise. 

Essas desvantagens podem reduzir receitas e aumentar despesas a depender do setor afetado.

Uma crise econômica empobrece a população, tornando funcionários mais dependentes de serviços dentro do local de trabalho como almoco em empresas

Por outro lado, o cliente enxerga seu poder de compra murchar, teme o futuro e corta drasticamente seus hábitos de consumo.

O rumo do comportamento passa a caminhar em massa na direção do racionamento de recursos, esvaziando prateleiras e adiando o objetivo traçado das compras de final de ano, onde o consumidor médio adquire produtos para casas tais como um armario aco

Não apenas em tempos turbulentos surgem as ameaças. Um novo concorrente que conseguiu absorver ao máximo as oportunidades do mercado pode se tornar uma ameaça para seu empreendimento. 

Além disso, aspectos exclusivos a certas estruturas logísticas ou estratégias de marketing podem ser negativamente afetados por uma mudança externa, sem com isso ser um problema para todo o mercado. As oportunidades de um negócio são as ameaças de outro. 

Posicionamento de marca com a matriz SWOT

Algumas empresas realizam a análise SWOT semestralmente para avaliar o rendimento da empresa em relação ao tempo. 

Esta é uma etapa essencial do planejamento estratégico, que diagnostica o real posicionamento de uma empresa no mercado.

A partir do diagnóstico empresarial, constrói-se um plano de ações para corrigir falhas, realocar investimentos e informar as modificações necessárias em escala produtiva, logística e de marketing na impressao 3D brindes, para o público.

A imagem pública da marca é atualizada para comportar as novas exigências diante de concorrentes e clientes. 

As chances de sucesso na forma de ganho de relevância, credibilidade e crescimento de receitas são maiores quando as decisões são fundamentadas.

Conclusão

A matriz SWOT é um instrumento simples e sem custos, suas vantagens dificilmente desafiadas diante da ausência de desvantagens, pois é uma:

  • Ferramenta aplicável em qualquer ambiente organizacional;
  • Estimula o trabalho conjunto de todos os departamentos;
  • Estimula a inovação nos processos;
  • Aumenta a capacidade de absorção de crises.

As ferramentas da administração são um recurso acessível por sistematizar processos de decisão já realizados pelas pessoas em suas escolhas pessoais. 

Transformando, desta forma, pensamento subjetivo numa lógica acessível e verificável para o uso de todo empreendedor.

 Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

planejamento de concorrência

Entenda a importância de um planejamento de concorrência?

O que é a matriz de Porter?