in

Conheça os Stakeholders e saiba a importância deles

stakeholders

É normal as empresas terem mais de um projeto sendo realizado ao mesmo tempo, cujo objetivo pode variar, seja para trazer lucro, público ou engajamento. Hoje, entenderemos qual o papel dos stakeholders nesse meio e qual a sua importância.

Imagine você que acabou de iniciar seus projetos no ramo do empreendedorismo, e diversas ações e pontos de atenção são necessários para que tudo ocorra conforme planejado, seja por você ou por sua equipe.

Para que tudo caminhe e consiga tomar o melhor rumo possível, é necessário que pessoas que se interessem pelo projeto e que sejam importantes dentro do seu desenvolvimento, independentemente se o tema é progressiva orgânica ou uma empresa de tecnologia.

Para tal, é inserido dentro das tarefas ou escolhido dentro os colaboradores que já trabalham no projeto, um stakeholder, que nada mais são do que pessoas interessadas no objetivo ou na empresa, que possam ou não ter investimentos ativos no grupo.

Os stakeholders, normalmente, ocupam um cargo de confiança e que é cobrado resultados pelo desempenho e desenvolvimento das tarefas, buscando sempre realizar entregas rápidas e eficazes. É comum que os cargos sejam:

  • Gerentes;
  • Coordenadores;
  • Fornecedores;
  • Clientes de prestígio.

Agora que você já entendeu o que significa o termo stakeholder, iremos nos aprofundar um pouco mais no conceito, nas tarefas que o mesmo pode ou não desempenhar e como eles atuam no mercado de trabalho. Acompanhe a leitura!

O conceito de stakeholder

Tendo sua origem por volta da década de 1980, a palavra stakeholder, em uma tradução livre, significa “parte interessada” e pode ser tanto uma pessoa quanto uma organização, que será impactada pelas ações e decisões de uma empresa ou em um projeto.

Mas o que é bastante interessante é o objetivo desses profissionais, que é o de gerar valor e de ter uma pessoa ou organização totalmente integrada com o processo como um todo, desde o começo até o seu fim.

Tal prática pode ser utilizada em diversas ações, até mesmo uma grande operação de instalação fechadura elétrica em diversas filiais da empresa, ou ainda um grande projeto para diminuir o índice de absenteísmo da companhia.

Tal ação visa não só o lucro, números e resultados obtidos em alguma campanha feita para a empresa, mas também a forma como ela impacta as pessoas e como ela mesma é impactada, gerando grande experiência de mercado e maior análise e planejamento.

Em outras palavras, todo cliente é, até certo ponto, um stakeholder do vendedor. Você é o stakeholder de uma empresa que oferece serviços de instalação predial elétrica, pois você impacta o trabalho e é a parte interessada ao mesmo tempo.

Lógico que de maneiras diferentes, afinal, ainda sim você é o cliente final e o público que essa empresa deseja atingir. 

Para que você consiga diferenciar um do outro, em poucas palavras, as pessoas são direta ou indiretamente afetadas pelas estratégias traçadas pelas empresas, seja de forma positiva ou negativa.

Para que sua empresa cresça de forma saudável, é bom tentar ao máximo atender os interesses dos stakeholders.

A forma como será esse impacto pode variar, seja no começo do processo de contratação de novos funcionários pelo RH até mesmo na forma de utilização da alavanca seldin, e é sobre esse ponto de interesse que conversaremos a seguir.

Como esse grupo pode impactar seu negócio?

Da mesma forma que um stakeholder pode impactar positivamente em sua empresa, sendo a pessoa ou grupo que conhece o processo ou até mesmo tem algum interesse muito forte nele, ele pode também impactar negativamente.

Por isso, cabe a forma como você e os responsáveis pela administração da empresa irão abordar os problemas que irão surgir e como irão alinhar o interesse de todas as partes, tanto do cliente quanto dos acionistas e investidores da companhia.

Desde campanhas de sacola de tecido personalizada até grandes projetos que buscam implantações tecnológicas, o maior desafio que será encontrado é uma maneira de alinhar todos os interesses e expectativas de todos os envolvidos.

Com “alinhar as expectativas” entende-se analisar os dados obtidos, os gerados e como está indo o processo de criação ou desenvolvimento do produto, entender como saber colocar os pés no chão e ser o mais realista possível.

Metas absurdas somente irão aumentar a expectativa de seus stakeholders e podem decepcioná-lo muito quando o resultado acontecer, não porque esteja ruim, apenas porque ele idealizou muito mais, desde pratos para congelar até novos softwares.

Você, como consumidor, compraria algum produto pelo qual não tem interesse? Como seus colaboradores vão bater uma meta absurda de produtividade e vendas se não são motivados a isso? Todas essas questões, e muitas outras, impactam diretamente o negócio.

É a partir desse ponto que tudo é um grande efeito cascata. Se os clientes perdem o interesse, você perderá lucro. 

Logo, seus colaboradores serão afetados, e então os acionistas, diretores e sócios do grupo. Todo mundo sai perdendo, por isso, é importante o investimento.

Gerenciando e identificando os stakeholders

Seja o cliente que está fascinado com o notebook novo que você lançou ou o acionista empolgado com a sua mais nova ideia de comércio, ambos têm algo muito em comum: são stakeholders primários, ou seja, que causam grande impacto direto ao negócio.

Entende-se como primários todos aqueles que têm uma grande relevância para a empresa ou grupo de empresas a qual impactam pois, assim como já falamos, você não precisa ser parte ou trabalhar em uma empresa para ser um stakeholder dela.

Outras influências como ONGs, analistas financeiros, governos e demais instituições se encaixam na parte que classificamos como stakeholders secundários.

Ou seja, tem certo grau de relevância, mas não são determinantes para que se cumpram os objetivos da empresa.

Porém, tal avaliação pode ser alterada dependendo do objetivo do negócio, da campanha ou do projeto no qual esteja engajado. Isto é, quando a meta é vender, o cliente é o mais importante, mas em um outro projeto, ele pode ser um recurso secundário no todo.

Então, cabe a estratégia e abordagem que seu negócio fará em cada nova tarefa que determinará qual é o grau de importância dos stakeholders, da mesma forma que é comum que todos os que já foram comentados sejam os primários.

Agora, imagine o quão trabalhoso e complicado deve ser gerenciar tudo isso que foi comentado até o momento. Para tal, é necessária uma equipe forte e empenhada em querer trabalhar e fazer a mudança acontecer.

Citaremos algumas dicas que podem te ajudar a gerir de maneira mais eficaz os seus stakeholders:

1 – Identifique todos os envolvidos

A primeira e uma das mais essenciais etapas é você simplesmente verificar e destacar todas as áreas que estarão envolvidas no andamento da campanha ou projeto, determinando quais são os stakeholders primários e os secundários.

Isso te ajudará a entender e visualizar melhor os interesses de cada área e quais que são prioridade e quais não são, podendo inclusive criar uma espécie de mapa de prioridade com todos que serão impactados, que pode ser utilizado para futuras análises de dados.

2 – Alinhe as expectativas

Esse é o ponto que mais destacamos no decorrer do texto e é sempre bom trazê-lo para a discussão novamente. 

Alinhar as expectativas e os interesses de todos é uma forma de não prejudicar ninguém durante e após o término do projeto, além de não comprometer demais o seu trabalho.

Sempre deixe claro o que está acontecendo e para onde a campanha está sendo levada, assim, não acontecerá decepção e, se houver, ela será bastante minimizada por qualquer parte envolvida.

Sempre que fizer uma reunião para relatar a evolução, faça atas para lembrar a todos o que foi discutido em cada encontro, podendo isso te ajudar futuramente. Ao final, sempre relembre o que foi discutido em sala para que não fiquem dúvidas.

3 – Defina uma abordagem estratégica

Você já definiu todos os envolvidos, já sabe qual a relevância e poder que todos os stakeholders tem dentro da empresa e já alinhou as expectativas de cada um para que isso não vire contra você futuramente. Chegou a hora de abordar isso de forma certeira.

Com essa prática, a empresa conseguirá a confiança de cada um e a predisposição em te ajudar e auxiliar que o negócio e o projeto continuem seguindo em frente, aumentando cada vez mais o alcance e efetividade da marca e de seus produtos.

Tenha o escopo muito bem definido, identifique onde podem haver gargalos e problemas, além de oportunidades de melhora. Em outras palavras, seja franco e faça um bom trabalho.

Conclusão

Agora que ficou mais claro o que são stakeholders e qual a importância deles no mercado de trabalho, surge uma pergunta: por onde você irá começar? 

Adapte as dicas abordadas neste artigo para a realidade do seu negócio e desfrute das consequências de uma boa gestão.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

lançamento perpetuo

Conheça o Facebook Shops e como ele pode ajudar um negócio

e-mail

E-mail marketing: Saiba as vantagens para o seu negócio