in

Conheça o Facebook Shops e como ele pode ajudar um negócio

lançamento perpetuo
Digital marketing, e-commerce. Buyer flat character shopping online. App monetization, mobile app advertisement, app download promotion concept. Bright vibrant violet vector isolated illustration

O Facebook Shops é uma plataforma gratuita de criação de lojas virtuais, que vem ganhando cada vez mais espaço na rede social propriamente dita. De fato, as vendas online deixaram de ser uma tendência para se tornarem realidade.

Com isso em mente, muitas empresas perceberam a necessidade de começar a adotar esse modelo de compra e venda, se quiserem permanecer competitivas.

O Facebook, a maior rede social do mundo, de olho nas tendências do mercado e sabendo que é uma das maiores plataformas de anúncio pela internet, lançou essa ferramenta que integra lojas online com diferentes aplicativos.

Isso facilitou o processo para as empresas de maneira segura, pois já vem sendo aprimorado há mais de um ano pela rede social. Depois que a pandemia da Covid-19 se instaurou mundo afora, a plataforma de vendas teve seu lançamento adiantado.

A partir disso, empresas e pessoas do mundo todo começaram a comprar os mais variados produtos e serviços por meio dela, com todo conforto e segurança do Facebook.

Em vista disso, neste artigo, vamos explicar o que é o Facebook Shops, como funciona e quais são as vantagens desse recurso. Então, se você quer saber mais, leia até o final!

Afinal, o que é Facebook Shops?

O Facebook Shops é uma loja virtual que será integrada entre o Facebook, Instagram e, em um futuro próximo, com o Messenger e o WhatsApp.

Por meio dele, as empresas poderão criar uma seleção com os principais produtos e serviços que querem expor, em uma espécie de vitrine virtual personalizada e gratuita.

Se um usuário está procurando por lacre adesivos, por exemplo, ele só precisa ir até a página da empresa no Facebook, Instagram, nos stories ou clicar em um anúncio da rede.

Dessa forma, ele consegue visualizar todos os produtos disponíveis e finalizar a compra como desejar, ou seja, dentro ou fora do aplicativo.

Ao ser integrada com o Messenger e o WhatsApp, a plataforma ainda vai permitir que o consumidor faça perguntas diretamente para a loja, além de outras solicitações, como acompanhar pedido, suporte, dentre outras.

Ela foi disponibilizada nos Estados Unidos no mês de maio deste ano e a previsão é de que possa ser acessada pelos outros países nos próximos meses.

Além do Facebook Shops, o Instagram vai permitir a veiculação de links de compras durante lives organizadas pelas marcas. Para isso, a empresa precisa fazer uma pré-seleção dos produtos que vão aparecer e disponibilizá-los em tempo real.

Agora que você já sabe o que é e como funciona essa ferramenta, no próximo tópico, vamos mostrar como é possível vender por ela.

Como vender por esse recurso?

Para vender pelo Facebook Shops, as empresas de instalação elétrica e demais negócios precisam ter uma conta e um perfil ativo na plataforma. Feito isso, é necessário seguir os seguintes passos:

1 – Configurar página da loja

O primeiro passo é ir até a sua página de negócios no Facebook, estar logado no perfil comercial e ter privilégio como administrador.

É padrão que muitas páginas comerciais nessa rede social já tenham uma página de loja exibida ao fazer o login. Os clientes não conseguem visualizá-la, apenas o empreendedor. Localize a guia “Loja”, à esquerda, e clique nela.

2 – Ajustar detalhes da loja

Ao selecionar “Lojinha”, o guia vai mostrar a configuração que você vai percorrer. Leia com atenção e clique em “Iniciar”.

Outro pop-up aparece pedindo que você especifique o negócio, como no caso de uma empresa de instalação de internet. Preencha os dados solicitados e, em seguida, clique em “Próximo”.

Vários detalhes referentes à companhia serão solicitados. Preencha todos com atenção. Outras informações serão pedidas, como:

  • Opções de envio;
  • Política de troca;
  • E-mail de atendimento;
  • Tempo para devolução.

De acordo com as regras do Facebook, a empresa tem 3 úteis dias para enviar o pedido e o cliente deve recebê-lo em até 10 dias úteis.

Essa agilidade é o que atrai os consumidores a comprarem por meio da plataforma. Também é obrigação do vendedor usar serviços de remessa, como confirmação de entrega e rastreamento.

O cliente ainda pode cancelar o pedido em até 30 minutos após a compra, caso o item ainda não tenha sido enviado.

Para manter a rapidez nas entregas, uma pessoa que deseja comprar um notebook novo, por exemplo, de uma loja no mesmo país que o seu, ao acessar páginas de países estrangeiros verá que ela está em branco.

Ao finalizar essa etapa, basta concordar com os termos de uso e partir para a próxima etapa.

3 – Configurar pagamentos

Dependendo do país de atuação da empresa, o Facebook disponibiliza diferentes opções de pagamento. Nos Estados Unidos, por exemplo, é possível configurar uma conta bancária e receber os valores da mercadoria por ela.

Em outros países, é possível configurar os pagamentos por meio de outras plataformas, como o PayPal. O processo de integração é bem simples, mas pode mudar, a depender das demais plataformas.

A interface do Facebook Shops é bem intuitiva, então o empreendedor não terá dificuldade em suas etapas.

4 – Adicionar produtos à loja

Ao finalizar a etapa anterior, a plataforma incentiva a loja a inserir o seu primeiro produto, que futuramente será entregue por uma empresa de motoboy.

Para fazer isso, clique em “Adicionar Produto”, depois, basta preencher o formulário com algumas informações.

A empresa é obrigada a inserir, pelo menos, uma imagem do produto que será vendido, mas ela também pode inserir vídeos. Para isso, basta clicar em “Adicionar Fotos”.

Feito isso, adicione nome e descrição, e nessa etapa é importante ser criativo e falar sobre todas as características da mercadoria. Feito isso, inclua o preço.

É possível acompanhar um inventário que mostra o volume de vendas, também sendo essencial preencher as opções de envio e marcar a opção “Compartilhar”, para que o produto seja compartilhado na página da empresa assim que ele for aprovado.

5 – Gerenciar pedidos

Para acompanhar os pedidos, vá em “Ferramentas de publicação” e procure por “Ordens pendentes”. Ao clicar neste link, você consegue gerenciar todos os pedidos, ver detalhes deles, dos compradores, falar com eles e muito mais.

Para garantir o conforto e a segurança de quem compra e de quem vende, como uma loja de sacolas ecobag personalizadas, o Facebook notifica cada vez que um item é enviado.

Vantagens do Facebook Shops

Trabalhar com essa plataforma traz muitas vantagens, pois ela foi criada com o intuito de ajudar os lojistas a aumentarem suas vendas online.

No entanto, além de ajudar nesse sentido, o Facebook Shop ainda garante mais visibilidade para a marca. Um marketing digital bem defeito determina que a empresa esteja onde seus clientes estão.

As pessoas estão cada vez mais conectadas nas redes sociais, e além de poderem interagir umas com as outras e com suas marcas preferidas, agora também podem comprar com elas.

Sendo assim, se um dos seus objetivos é aparecer para um número maior de clientes, é crucial estar nas redes sociais. A comunicação também melhora muito, uma vez que essa plataforma se integra a diversas outras.

Sendo assim, ao visualizar os serviços de uma oficina de funilaria, uma pessoa pode querer entrar em contato para esclarecer uma dúvida. A conversa com ela pode ser muito mais facilitada e ela não precisa acessar outro canal.

Independentemente dos outros meios que a marca use para vender online, todos podem ser conectados à loja do Facebook automaticamente.

Assim, cada vez que o produto é inserido, ele também vai aparecer nas demais redes sociais do Shops.

Por fim, uma das maiores vantagens dessa plataforma é que ela é totalmente gratuita. A marca tem em mãos mais um canal poderoso para atrair clientes e não precisa pagar nada por isso.

Ao contrário de tantas outras opções que vemos, em que uma empresa de serviços de demolição precisa pagar uma taxa ou uma comissão para os chamados marketplaces, no Facebook Shops ela não desembolsa nenhum valor.

Ou seja, os lucros ficam totalmente para as companhias, o que acaba por reduzir custos relacionados aos esforços para aumentar as vendas.

Conclusão

As vendas online crescem continuamente, tendo em vista que os consumidores estão preferindo essa modalidade, por oferecer preços mais atraentes e por oferecer maior comodidade aos consumidores.

Pensando nisso, o Facebook lançou mais um caminho para que os usuários possam comprar tudo o que precisarem, e uma oportunidade para as empresas iniciarem suas vendas digitais.

O Facebook Shops é uma ferramenta intuitiva e simples de usar, permitindo a venda de uma grande variedade de soluções. Isso faz dela um canal indispensável para conquistar mais oportunidades de negócio.

Investir nesse recurso é ampliar a atuação da sua empresa na web e poder levar produtos e serviços que supram as necessidades dos consumidores, por meio da maior rede social do mundo.

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Maiô engana mamãe: tipos e como escolher o seu

stakeholders

Conheça os Stakeholders e saiba a importância deles