in

Como desenvolver uma squeeze page?

Você já ouviu falar da squeeze page? Trata-se de uma estratégia de marketing digital para blogs, tendo como principal objetivo levantar contatos de e-mail dos seus visitantes e, assim, construir um relacionamento mais próximo.

Se você trabalha com marketing, é importante conhecer essa técnica, já que muitas pessoas ainda compram listas de e-mails (uma prática vista como spam e não recomendada para nenhum tipo de negócio).

Até porque ninguém quer receber um conteúdo não requisitado, não é mesmo?

Mas se você receber um e-book com dicas de buffet de massas, após se cadastrar em um blog de culinária, por exemplo, aí sim temos uma estratégia de marketing de relacionamento bem realizada. É claro, com a ajuda de uma squeeze page.

Então, marketeiros e blogueiros de plantão, acompanhem o artigo de hoje e saibam como desenvolver uma squeeze page!

Mas, afinal, o que é uma squeeze page?

A squeeze page nada mais é do que uma página voltada para a conversão, tendo como objetivo capturar leads (potenciais clientes), fazendo com que os usuários forneçam apenas seus endereços de e-mail.

Dessa maneira, é possível dar continuidade à comunicação com os visitantes, construindo relacionamentos duradouros e que ajudam a fidelizar os clientes.

Assim, a squeeze page visa dar um “empurrãozinho” para que os usuários realizem a ação desejada (no caso, o fornecer o contato de e-mail).

Por isso, é bem comum que essas páginas ofereçam algo em troca para o usuário, como:

  • E-books;
  • Pesquisas de mercado;
  • Webinars;
  • Templates de documentos;
  • Infográficos;
  • Cupons de desconto;
  • Entre outros.

Por exemplo, uma autoescola pode oferecer um manual com dicas para a sua primeira aula para dirigir carro, requisitando um e-mail em troca.

Quais as características da squeeze page?

A squeeze page deve focar no seu objetivo máximo, que é a conversão. Por isso, ela não deve ter distrações que possam desviar a atenção dos usuários.

Sendo assim, as páginas são limpas, com pouca quantidade de informação, focadas em um CTA (chamada para ação) central. Elas também não devem conter anúncios, grandes quantidades de textos ou múltiplos elementos.

Além disso, as squeeze pages não possuem links de saída ou menções que possam levar os visitantes a outros sites. Isso mostra que apenas o essencial está visível.

Você pode, no máximo, incluir materiais que ajudam a convencer os visitantes. Por exemplo, um vídeo ilustrativo sobre restauração de carros, caso a sua oferta seja um e-book com dicas para manutenção de automóveis.

É importante destacar que a sua squeeze page deve conter elementos atrativos e seguir a identidade visual da sua empresa. Isso faz com que os visitantes consigam perceber a sua marca logo de cara, gerando uma afinidade com o seu conteúdo.

As squeeze pages também costumam ter um título principal, que destaca a oferta. Mas nada de frases muito extensas, com excesso de informações.

Assim como toda a sua página, o título também deve ser objetivo. Caso queira acrescentar alguma informação, o ideal é colocar um subtítulo ou uma descrição simples e curta, ao lado da oferta.

5 dicas para desenvolver a sua squeeze page

Há muitas maneiras de estruturar a sua squeeze page. Contudo, ela deve seguir as características que mencionamos acima, sendo limpa e focada na conversão.

A seguir, separamos algumas dicas que podem te ajudar a construir uma boa squeeze page e conquistar muitos contatos de e-mail. Confira!

1 – Saiba quem é o seu público

A squeeze page deve atender aos interesses do seu público. Por isso, o primeiro passo é conhecer quem são os seus leads (potenciais clientes).

Pergunte-se, por exemplo, quem são os usuários interessados em um webinário sobre laudo nr10? Você pode conseguir a resposta através de uma pesquisa de mercado.

Quanto mais conhecimento você tiver do seu público, melhor. Afinal de contas, com essas informações é possível orientar melhor as ações de marketing dentro da sua squeeze page, elaborando uma página mais direcionada e assertiva.

2 – Produza um material de qualidade

Como vimos, a squeeze page sempre oferece algo aos usuários em troca do endereço de e-mail. Portanto, nada mais justo que elaborar um material de qualidade, para que o usuário realmente tenha interesse no seu conteúdo.

Além disso, destaque o benefício que o visitante terá em troca. Por exemplo, na oferta de um cupom de desconto para a compra de um notebook escritório, mostre o quanto ele irá economizar. 

3 – Tenha um formulário sucinto

Em geral, as squeeze pages contam com um formulário, para que o visitante possa preencher os dados e fornecer o contato de e-mail. 

Essas informações ajudam no direcionamento das campanhas de marketing futuras, tornando a nutrição mais eficiente. Porém, nada de exagerar com os campos de preenchimento!

O usuário tende a desistir de fornecer o contato quando o formulário é muito extenso. Por isso, concentre-se em informações objetivas.

Uma empresa que faz aluguel som para festa pode requisitar o nome do visitante, o e-mail e deixar um campo não obrigatório caso o usuário queira escrever uma mensagem para a marca, por exemplo.

Avalie bem quais são as suas necessidades para construir uma página limpa e atrativa ao público.

4 – Não esqueça do logo da empresa

Embora as squeeze pages não tenham muitos elementos, você não pode deixar de colocar o logo da sua empresa. Afinal de contas, é uma maneira de transmitir credibilidade ao público, além de tornar a identificação da marca muito mais fácil.

Isso vale para todos os tipos de negócio, seja uma empresa que vende escapamento esportivo para carros ou um site especializado em infoprodutos.

O logotipo é a “cara” do seu empreendimento e, por esse motivo, deve estar presente nos seus materiais de marketing, incluindo as squeeze pages.

5 – Esteja em conformidade com a LGPD

A Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) discorre sobre uma série de recomendações quanto à segurança das informações de usuários na internet. 

Todas as empresas devem seguir a norma obrigatoriamente, valendo para a coleta e armazenamento de dados.

Já que as squeeze pages lidam diretamente com informações pessoais, é fundamental adequar o seu formulário às políticas da LGPD. Isso também transmite confiança ao público.

Caso tenha dúvidas, vale a pena entrar em contato com um programador especializado para o desenvolvimento da sua página.

Hoje em dia, é possível encontrar plataformas gratuitas para a criação de squeeze pages. Isso quer dizer que você nem precisa gastar com a contratação de programadores, mas tudo depende dos objetivos da sua estratégia.

Por vezes, fazer um investimento um pouquinho maior é a chance de obter melhores resultados, ampliando a divulgação da sua oferta e contribuindo com o sucesso da marca.

Quais as vantagens da squeeze page para o seu negócio?

Todo e qualquer tipo de empreendimento pode ter uma squeeze page, seja uma loja que vende escada tipo plataforma ou um prestador de serviços autônomo.

A principal vantagem dessa estratégia é a conquista de leads, de forma simples e dinâmica, para orientar as futuras campanhas de marketing e promover a nutrição dos potenciais clientes. Com isso, dá para aumentar as chances de vendas da sua marca.

Mas, além disso, as squeeze pages também trazem muitas outras vantagens para o seu negócio. Entre as quais:

  • Permite uma conversa mais direta com os leads;
  • Tem um custo muito baixo, em relação ao ROI (Retorno sobre Investimento);
  • Tem uma conversão mais eficiente em comparação aos sites;
  • É fácil de desenvolver e divulgar.

Importante ressaltar que as squeeze pages são páginas temporárias. Desse modo, você pode criar uma para cada oferta que deseja compartilhar, ou ainda realizar testes A/B para verificar a eficácia da sua estratégia.

Além disso, o processo de nutrição de leads é capaz de transformar os usuários em defensores da sua marca. Ou seja, além de ampliar o potencial de venda, os seus clientes também recomendam o seu produto ou serviço para outras pessoas.

Assim, tem-se a mesma lógica do “marketing boca a boca”, que até hoje é visto como uma das estratégias mais eficazes para a conquista de novos consumidores.

Conclusão

As squeeze pages são páginas estratégicas, com foco na conversão de leads. Elas são bastante populares, devido à eficácia na atração de usuários e o potencial para levantar dados e endereços de e-mails.

Mais simples que os sites convencionais, as squeeze pages são muito objetivas e buscam oferecer algo de valor aos visitantes.

O artigo de hoje trouxe algumas dicas para você desenvolver a sua página de conversão. Desse modo, você poderá aproveitar todos os benefícios da squeeze page e ter uma boa base de contatos para divulgar a sua marca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

voce-sabe-o-que-e-rafe

Como nutrir leads de maneira eficaz?

Entenda por que é importante criptografar dados