in ,

Como desenvolver um e-mail marketing chamativo?

e-mail

O e-mail marketing é uma das estratégias mais promissoras do marketing digital. Mas, às vezes, trabalhar com ele é um desafio na hora de criar um assunto que realmente chame a atenção do destinatário.

Conquistar o usuário e fazer com que ele visualize a mensagem é, de fato, desafiador, entretanto, não é uma tarefa difícil, tendo em vista as empresas que têm sucesso com ela.

Se o assunto for interessante, a taxa de abertura será maior, consequentemente, sua estratégia terá mais sucesso e o seu negócio vai se relacionar melhor com os clientes e leads.

Quando isso acontece, também vemos um aumento considerável nas vendas, outro fator que melhora bastante é a retenção. 

Mas, é importante ter em mente que o objetivo do e-mail marketing é levar até pessoas interessadas em uma informação.

Estamos falando de um veículo de comunicação e não de um canal que você pode enviar qualquer tipo de mensagem para as pessoas. Se você tem trabalhado com ele, mas não está obtendo bons resultados, leia este artigo.

Vamos mostrar como elaborar essa estratégia, por que vale a pena utilizá-la, e como desenvolver esse tipo de anúncio. Acompanhe a leitura conosco.

De que forma elaborar uma estratégia de e-mail marketing

Para trabalhar bem essa estratégia, é fundamental que você coloque em prática algumas estratégias, dentre elas:

Escolher uma boa ferramenta

Independentemente do tamanho da sua lista de contatos, é fundamental contar com uma ferramenta de disparos. 

Conhecida como ESP (Email Service Provider), ela ajuda no envio e na gestão dessa prática.

Criar um processo de comunicação

Tudo o que envolve a comunicação em marketing, desde um folder promocional até o envio de e-mails, depende da definição de uma estratégia de comunicação.

Se você tiver as ferramentas e a estrutura necessária, pode elaborar a sua estratégia, com base nas seguintes informações:

  • Características do público-alvo;
  • Definição de sucesso;
  • Linguagem adequada;
  • Ações que pretende realizar.

Ao definir esses parâmetros, você garante mais assertividade de suas estratégias de e-mail. 

O público-alvo são as pessoas com quem você vai se comunicar, e a partir dele você gera sua persona, que representa o perfil de cliente ideal do negócio.

Quanto à linguagem, ela se refere a um padrão de comunicação e tom de voz da marca, e deve ser baseada na persona.

O sucesso do e-mail está relacionado ao seu objetivo, como aumento das vendas, girar indicações, educar os prospects, incentivar um download, dentre outros.

Construir uma lista

É importante estabelecer formas de captação de contatos, ou seja, você precisa pensar de que forma vai criar a sua lista de contatos.

Uma gráfica de convites batizado pode usar estratégias de mailing, que ajudam a otimizar o web site e as ações para a captação.

Outra opção são as landing pages, uma página dedicada exclusivamente à captação de contatos, por meio de formulários.

Estabelecer um nome de remetente

Uma das melhores estratégias para fazer com que o seu e-mail marketing seja um sucesso é utilizar um e-mail real.

Ele traz mais pessoalidade e influencia diretamente nas taxas de abertura, portanto, utilize seu nome para fazer com que o contato se sinta mais próximo de você.

Agora que você já sabe como estruturar sua estratégia de e-mail marketing, no próximo tópico, vamos mostrar por que vale a pena trabalhar com ele. Continue a leitura.

Por qual motivo utilizar e-mail marketing?

Existem cerca de 310 milhões de contas de e-mail ativas atualmente, assim sendo, existe uma grande possibilidade de impactar um grande número de pessoas. 

Portanto, tudo isso é feito por um custo mais baixo em comparação com outras estratégias.

Se você cria uma boa campanha de e-mail marketing, conquista a atenção do seu prospect. 

Quando a mensagem é aberta, vai ocupar boa parte da tela do dispositivo, independentemente de ser um notebook ou um smartphone.

Outros recursos, como formulários flutuantes e propagandas acabam atrapalhando o conteúdo que interessa para o usuário.

Você investe em adesivo para logotipo para atrair o consumidor, então, quando trabalha o e-mail marketing também investe em uma estratégia atraente aos olhos.

O e-mail é capaz de gerar uma boa experiência visual interativa, visto que ele é composto por diferentes elementos, como cores, links, textos e imagens, e você só precisa planejar o design.

Essa ferramenta de marketing também é muito fácil para que você possa entender a sua eficácia. 

Os softwares disponíveis no mercado permitem que você obtenha relatórios de entrega, cliques e visualizações.

Ao ter acesso a esses dados, pode melhorar as suas práticas de captação e nutrição de leads e clientes.

Um fabricante de judogi adidas que trabalha com e-mail marketing investe em um recurso de grande alcance, tendo em vista que as pessoas chegam a passar 5 horas por dia lendo seus e-mails no trabalho.

Além disso, 85% delas utilizam o celular para checar sua caixa de entrada todos os dias, desse total, 43% usam para olhar seus e-mails de trabalho e 65% para checar os e-mails pessoais.

Por fim, o e-mail é o canal de comunicação preferido pelas pessoas para manter contato com as marcas.

Além disso, 58% dos consumidores preferem receber avisos de promoções por e-mail.

De que jeito criar assuntos de e-mail marketing

Além de toda a estrutura que mostramos anteriormente, o assunto do e-mail também é fundamental para o sucesso dele. E dentre as melhores práticas neste sentido estão:

Evitar termos apelativos

Os consumidores procuram na internet tudo que desejam comprar, como aluguel de impressoras preço, mas isso não significa que você possa utilizar alguns termos.

Mesmo que o seu objetivo seja vender, é difícil conseguir isso usando palavras muito comerciais, pois elas podem fazer com que o público se desinteresse da mensagem, prejudicando até mesmo a sua entrega.

Além disso, alguns servidores, como o próprio Google, classificam alguns termos como spam, dentre eles estão:

  • Oferta;
  • Grátis;
  • Crédito;
  • Promoção.

Estes e outros termos podem prejudicar a empregabilidade das mensagens e não atendem às expectativas dos destinatários. Portanto, tenha atenção com as palavras que vai utilizar.

Faça uso do senso de urgência

Utilizar o senso de urgência é válido, mas você tem que fazer isso com muita cautela.

Afinal, as empresas devem entregar tudo o que prometem, caso contrário, podem gerar descadastros ou denúncia de spam.

Um bom exemplo é um fabricante de chave canivete codificada utilizar as seguintes frases: “Última oportunidade” ou “Só hoje”.

Os dois exemplos provocam uma sensação de urgência no sentido de corresponder a um objetivo. Você só deve adaptar esse tipo de assunto às suas promoções ou eventos, com o objetivo de engajar o público.

Usar dados estatísticos

Você pode criar assuntos destacando dados estatísticos, listas e descontos especiais, pois eles ajudam a conquistar pessoas. 

Mas, é importante saber estruturar os e-mails para destacar esses números.

Por exemplo, uma loja pode criar o seguinte título “10 dicas de exercícios físicos em casa” ou “Estofados com 50% de desconto”.

Se uma escola particular para crianças utiliza esses assuntos em seu e-mail, consegue enfatizar as informações relevantes do conteúdo e criar uma estrutura mais atrativa.

Dedicar um tempo para criar o assunto

É normal que as empresas se preocupem muito com o conteúdo do e-mail, e acabam deixando o assunto de lado, por isso ele acaba sendo feito de última hora, o que prejudica a estratégia.

Você precisa reservar um tempo para criar o título, testar algumas alternativas e identificar um assunto mais adequado.

Por mais perfeito que seja o seu conteúdo ele pode ser prejudicado se você não tomar cuidado com o que vai escrever no campo assunto. 

Lembre-se de que ele é fundamental para as taxas de abertura.

Acompanhar os resultados de envio

O seu trabalho não termina quando você enviou os e-mails, pois é fundamental analisar os relatórios e identificar em quais pontos é necessário melhorar.

Algumas ferramentas oferecem relatórios completos sobre taxas de visualização, descadastros, cliques e outras informações.

Outros fatores também podem impactar a taxa de visualização, como reputação de domínio e filtros anti-spam.

Mas, para saber se o assunto criado é satisfatório, uma empresa especializada em contratar motoboy deve se atentar apenas à taxa de visualização.

Conclusão

O e-mail é por si só um excelente canal de comunicação entre empresas e clientes, mas ele deve ser trabalhado de maneira planejada para que todos os recursos investidos tragam retornos.

Esse planejamento envolve desde a criação de uma lista de contatos até o tipo de conteúdo que será enviado. 

Para que todos esses pontos da estratégia sejam bem desenvolvidos, é essencial conhecer as melhores ferramentas de marketing.

Portanto, neste artigo, você aprendeu um pouco mais sobre essa estratégia e como trabalhá-la do jeito certo para o sucesso do seu negócio.Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

GIPHY App Key not set. Please check settings

minimalistas

Artes minimalistas: Como elas podem ajudar um anúncio?

marketing empresarial

Por que trabalhar o marketing empresarial?