in

A glutamina pode ser usada como suplemento dietético ?


A glutamina pode ser definida como um aminoácido que é produzido naturalmente no corpo humano e desempenha um papel significativo no metabolismo celular.

É importante para manter os níveis adequados de fluido corporal e ajuda na cicatrização de feridas. Entretanto, as deficiências de glutamina são comuns em pessoas com distúrbios malabsorventes como a doença celíaca, doença de Crohn e diabetes mellitus e, portanto, muitas pessoas escolhem a glutamina para o que ela é usada – reparar lesões musculares.

A glutamina também pode ser aplicada aos tecidos lesionados ou doentes pela primeira vez para reduzir a infecção e facilitar a cura. Como a glutamina carece de uma característica que a torna semelhante a outros aminoácidos, a glutamina para a qual ela é usada deve ser escolhida com muito cuidado.

A maioria dos suplementos de glutamina tem glutamina para o que ela é usada como ingrediente adicional junto com outras vitaminas e minerais.

Em casos raros, a l-glutamina pode causar efeitos colaterais indesejáveis, como náuseas, diarréia, gases, urticária, dor de cabeça, tonturas, rubor e cólicas estomacais. Se você sentir algum destes sintomas após tomar l-glutamina, pare de tomá-la imediatamente e entre em contato com seu médico. Isso pode ser uma indicação de uma doença mais grave. Você deve notificar seu médico se notar que estes sintomas estão persistentemente presentes.

Como a motilidade do trato gastrointestinal é um dos fatores-chave envolvidos na cicatrização de feridas, quando a quantidade de glutamina na corrente sanguínea é reduzida, isso pode resultar em diminuição da motilidade e redução da cicatrização.

Se você sofre de distúrbios digestivos como a doença de Crohn, é melhor conversar com seu médico antes de iniciar um programa de uso da glutamina para evitar possíveis efeitos colaterais da glutamina por falta de dose. A glutamina para o que ela é usada também pode causar uma leve erupção cutânea em indivíduos raros.

Alguns relataram que sofreram uma erupção cutânea, mas esta desapareceu após o dia seguinte.

Devido a seus numerosos benefícios, a glutamina tem sido utilizada em inúmeros métodos de tratamento para tratar com sucesso doenças como doenças cardíacas, enxaquecas e dores nas articulações. Para aqueles que tomam regularmente glutamina para o que ela é usada, não há necessidade de usar glutamina para o que ela não é usada.

Ela é usada principalmente para repor a falta de nutrição no corpo e evitar que uma pessoa desenvolva doenças por deficiência. Quando uma pessoa toma glutamina para o que não é usada, ela pode causar efeitos colaterais indesejáveis que podem ser prejudiciais à saúde.

É sempre importante consultar seu médico antes de iniciar um tratamento com glutamina para o que ela não é usada para o regime.

Não há muitas evidências científicas que sugiram que o consumo de níveis adequados de L-glutamina ajudará a melhorar a saúde. Muitos especialistas médicos afirmam que, para obter os benefícios da L-glutamina, deve-se tomar um suplemento de L-glutamina de alta potência. Por conter uma alta quantidade de L-glutamina, pode ser difícil para algumas pessoas tomar um suplemento de L-glutamina porque ele pode ser muito caro.

Entretanto, se alguém pode se dar ao luxo de comprar um suplemento de L-glutamina de alta potência, eles devem tomar.

Como tomar glutamina

Para o que ela não é usada pode causar alguns efeitos colaterais indesejados e prejudiciais, seria sábio seguir as recomendações de um médico e manter a dosagem recomendada. Se alguém optar por tomar glutamina para o que não é usado, deve procurar um suplemento de L-glutamina de alta qualidade.

Ao procurar um suplemento de L-glutamina de alta qualidade, é importante garantir que ele não contenha edulcorantes artificiais, lactose e gelatina. Os suplementos de L-glutamina mais populares no mercado atualmente são fabricados tomando Glutamato monossódico (MSG), ácido L-glutâmico (LAA), e L-cisteína.

A maioria dos estudos mostrou que os suplementos de glutamina com estes ingredientes não causaram danos aos adultos, mas ainda há algumas preocupações em relação ao uso de glutamina para aqueles que têm doença renal, anemia falciforme, e síndrome do intestino curto.

Como a glutamina é relativamente nova no mercado de alimentos, pode ser difícil encontrar empresas de alta qualidade e respeitáveis que estejam produzindo produtos de boa qualidade. No entanto, existe hoje uma série de suplementos confiáveis no mercado que podem ser adquiridos on-line.

É possível aprender sobre os benefícios da glutamina e as quantidades adequadas que devem ser tomadas. Além disso, é possível aprender sobre onde comprar glutaminas de boa qualidade on-line.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

indoor

Mídias internas: Como trabalhar?

Banco de dados: como usar a ferramenta para melhorar o atendimento do seu negócio