in

4 simples atitudes diárias que podem contribuir para o meio ambiente

Reduzir o consumo é fundamental para a sobrevivência do nosso planeta.

O planeta Terra é a casa comum de diversos seres vivos e, cada vez mais, vem sendo entendida como tal. A pauta ambiental tem se tornado mais urgente a partir do entendimento geral de que, para que se mantenham e perpetuem os recursos naturais necessários à vida, é preciso cuidar dessa nossa casa comum.

Uma dúvida que paira na cabeça de muita gente é: e o que eu posso fazer? O primeiro passo é entender que todos nós somos responsáveis pelo cuidado com a Terra. E, depois, que podemos adotar atitudes no nosso cotidiano que ajudem o meio ambiente, como o uso de produtos conscientes e a redução do consumo. Existem diversas formas de ajudar o meio ambiente, desde plantar uma árvore até reduzir o tempo no banho. São atitudes simples que fazem toda a diferença.

A natureza pede socorro

No dia 6 de junho é celebrado o Dia Mundial do Meio Ambiente, data que nos ajuda a lembrar que a natureza, de modo geral, tem vivido tempos difíceis. Segundo o Relatório do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), Fazendo as pazes com a Natureza (2021), a situação é bastante grave.

Estima-se que entre 2011 e 2020, o planeta Terra tenha perdido cerca de 30 a 40% de insetos, 35% das aves e 70% dos grandes mamíferos, sem falar dos estragos feitos aos oceanos com a pesca predatória e o descarte inadequado de plásticos.

A destruição das florestas também é algo catastrófico e se manteve em alta graças ao desmatamento, queimadas de origem natural e humana, agronegócio e garimpo. De acordo com o Relatório Global Forest Watch, em 2020 o planeta perdeu 4,2 milhões de hectares de florestas virgens, tendo o Brasil na liderança desse ranking.

Esses dados nos dão uma dimensão do quão sofrido se encontra o planeta e quão urgentes são ações para reverter tal quadro. É nesse sentido que a chave para essa mudança é a conscientização. Com isso, até mesmo as nossas pequenas atitudes cotidianas podem ser fonte de transformação para um mundo e um futuro melhores.

Reduza os gastos com água e luz

A água é um recurso natural dos mais necessários para a nossa sobrevivência e por isso mesmo deve ser tratada como algo precioso. No Brasil, a água é usada de forma ainda mais abrangente, já que a energia elétrica é proveniente, em sua maioria, de usinas hidrelétricas.

Por isso, repense o uso de aparelhos que consomem energia elétrica e também dos que precisam de água para seu funcionamento. Acumule roupa para lavar de uma só vez e use ciclos econômicos caso use máquina de lavar. Tome banhos mais curtos e não se esqueça de apagar a luz, caso não esteja no cômodo.

Compre de marcas conscientes

Você sabia que, indiretamente, ao comprar determinado produto você pode estar contribuindo para o desmatamento ilegal na Amazônia? Isso acontece porque algumas marcas utilizam de matéria-prima advinda de processos clandestinos e predatórios, sem o menor respeito à natureza.

Por isso, na hora de comprar qualquer item — seja um cosmético, uma bolsa, um calçado, roupa, móvel, etc. — fique atento à marca. Hoje em dia já é mais fácil saber quais são ou não ecologicamente corretas, sobretudo se são veganas e cruelty-free (sem prejuízo aos animais).

Recicle e reutilize

Outra forma de ajudar o meio ambiente é através da reciclagem. Se esse tipo de sistema já existe na sua cidade, lembre-se de separar o lixo de acordo com as categorias — orgânico, papel, plástico, vidro, etc. Isso pode ser feito mesmo em lugares onde não há reciclagem, pois ajuda na hora do descarte.

Além disso, muitas embalagens podem ser reutilizadas no nosso dia-a-dia, como vidros, caixas de papelão, sacos plásticos e até tecidos. Aproveite e abuse da criatividade para dar uma nova vida ao que, provavelmente, iria para o lixo.

Reduza o consumo

Em uma sociedade como a nossa, o apelo ao consumo é algo inevitável. O que pode ser mudado, porém, é a forma como nos relacionamos com o consumo. Busque comprar apenas o que for realmente necessário e evite compras por impulso.

A troca de objetos eletrônicos, por exemplo, deve ser feita quando não há conserto viável ou quando aquele aparelho não funciona mais. Se estiver em bom uso e não for mais útil para você, venda ou doe. Assim, você evita o desperdício e garante um uso consciente para todos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Conheça alguns truques para ter pernas perfeitas

planejamento de mídia

O que é planejamento de mídia?