in ,

4 dicas para desenvolver uma boa redação publicitária?

redação

Na maior parte das estratégias de marketing digital, a redação publicitária é um requisito onipresente. 

Nela está o coração da máquina, a aplicação prática de todas as técnicas de comunicação com o cliente, do compartilhamento de informações à persuasão. 

Pensar em produção de conteúdo para a internet é, inevitavelmente, pensar em redação, independente de qual seja a extensão do texto. 

A prática está presente na criação de chamadas publicitárias, landing pages, artigos e descrições de posts em rede social. 

Cada plataforma exige a aplicação de texto em algum nível, até mesmo a criação de um site de engenharia de manutenção hospitalar exige uma boa disposição de palavras, uma vez que lida com a experiência do usuário e a navegabilidade da página. 

Por isso, é uma profissão sempre em voga para as empresas que desejam investir em espaços virtuais, especialmente quando se trata do marketing de atração, paradigma que surge em contrapartida ao marketing de interrupção, mais tradicional. 

Entender exatamente o que é redação publicitária e como ela se diferencia de outras áreas voltadas para a produção de texto é um dos objetivos deste artigo.

Assim como trabalhar dicas importantes para desenvolver bons resultados neste segmento. 

A redação publicitária comparada

A redação publicitária está cercada de muitos termos, sejam estes relacionados a uma parte de seu trabalho ou a um segmento derivado deste. 

A frequência e quantidade de dados técnicos envolvendo o assunto podem confundir o leitor pouco habituado. 

Diversos setores da comunicação usam a redação em seus processos; jornais eletrônicos ou impressos, programas de TV e rádio, produção audiovisual para cinema e agências responsáveis por criar campanhas de propaganda

Com isso, identificar as características específicas de cada coisa pode se transformar em uma tarefa difícil. 

A contratação cruzada de redatores destas áreas é outro ponto que ajuda a inserir aspectos de um setor em outro. 

A redação publicitária é marcada pela necessidade de persuadir e informar. Seu serviço está voltado para a apresentação do produto, suas especificações e por fim, a demonstração do valor deste, de modo a convencer o usuário a realizar uma ação. 

Esta ação pode ser a efetivação de um cadastro, o consumo de novos artigos, a visualização de um vídeo sobre gerenciamento de resíduos, ou a execução de uma compra, o que norteia a redação publicitária para suas numerosas técnicas. 

Cada técnica disponível serve para adequar o conteúdo gerado ao seu propósito final. 

Avançando para além do texto, a redação publicitária engloba todo o desenvolvimento da ideia, desde seu esboço até a escolha da linguagem empregada. 

Isso a diferencia de outros modelos de produção de conteúdo para marketing de comida fitness, como o famoso copywriting. 

Entender a natureza e importância da redação publicitária passa por diferenciá-la de atividades muito similares. 

Copywriting

O copywriting é uma técnica empregada em textos altamente persuasivos, desenvolvidos com o objetivo restrito de fechar vendas ou qualquer ação que corresponda à finalidade da campanha. 

Muito confundido com a redação publicitária, a atuação do copywriting é mais restrita. 

Podem estar presentes em longos e curtos textos, artigos ou landing pages, mas aplicam gatilhos psicológicos e vieses cognitivos para extrair uma reação ativa do leitor. 

Um ponto muito levantado quando se discute copywriting são as CTAs, isto é, Calls to Action ou Chamadas para a ação, frases de efeito que usam verbos no imperativo como tônica, como nos exemplos: “compre”, “acesse”, “inscreva-se”, “confira”. 

UX/UI Writing

Outro termo em voga quando o assunto é redação voltada para marketing é o UX/UI Writing. 

Este conjunto complicado de palavras quer dizer nada mais que a produção de textos voltada para a experiência do usuário. 

Siglas para “User Experience” e “User interface”, este segmento é a simbiose entre a redação e a tecnologia de desenvolvimento de sites e aplicativos. 

Trata-se de visualizar o papel do texto na composição de uma ferramenta web qualquer. 

A composição de um site que deve viabilizar o cadastro e exibição de um curso de canto completo necessita das técnicas de UX/UI Writing para a arquitetura da interface, de modo a facilitar a navegabilidade e manter o usuário por mais tempo na página. 

Por outro lado, a redação publicitária trabalha com toda a fase de planejamento da campanha, criação e maturação da ideia e escolha de canais e modelos de texto a serem apresentados. É um trabalho usualmente feito em sincronia com o design gráfico. 

Fases de desenvolvimento da redação publicitária

A redação publicitária é desenvolvida em uma série de fases anteriores ao papel. O redator é um profissional múltiplo que reúne qualidades de planejamento e avaliação do mercado, além do potencial criativo e das habilidades de escrita. 

Uma equipe de marketing digital define, inicialmente, qual é o objetivo a ser traçado, o produto, serviço ou informação a ser disponibilizada e o público-alvo. 

Todos estes dados devem ser passados ao redator ou à equipe de redação publicitária. 

Com base nestes pontos pré-definidos, o redator é responsável por dar segmento ao projeto, definindo os próximos passos: 

  • Ideia de apresentação do produto; 
  • Condensação da persona de marca, brand voice e produto; 
  • Identidade gráfica da campanha; 
  • Plataformas utilizadas e modelo de postagem; 
  • Desenvolvimento de uma storytelling. 

Quanto ao último fator, uma storytelling é o modelo de comunicação que se baseia na criação de uma linha do tempo, uma história com início, meio e fim. 

Já demonstrado em pesquisas, o método gera respostas mais genuínas do ouvinte. O interesse humano é atraído por trajetórias. 

Além de facilitar a sua compreensão, uma vez que o encadeamento lógico dos fatos é mais visível no storytelling, instiga a curiosidade do receptor da mensagem, que deseja saber qual é o desfecho. 

Muito associada a histórias de ficção, a storytelling pode ser empregada em peças não-fictícias e material publicitário, de modo a captar e manter a atenção do receptor da mensagem em um anúncio de impermeabilização de piscina.

A redação publicitária atua diretamente com o setor de marketing na condensação, ou seja, na aplicação prática de recursos projetados como brand voice, ou voz de marca, persona e identidade do negócio. 

Aliada ao design gráfico, a redação publicitária põe em prática estas questões ao definir como serão criados e publicados os conteúdos vinculados à empresa em seus canais, desde artigos de projetos de combate a incêndio até anúncios pagos. 

Desenvolvendo uma boa redação publicitária

No que tange à aplicação prática do conceito, a redação publicitária é uma área de fácil compreensão e implementação. 

Para planejar e executar uma boa abordagem neste segmento, é necessário observar algumas dicas valiosas: 

1 – Pense nas necessidades do cliente

Uma equipe de redação publicitária trabalha diretamente com os setores de marketing responsáveis pela pesquisa do cliente e elaboração do branding. 

O redator publicitário deve usar essas informações para pensar sua estratégia nas lentes das necessidades do cliente. 

Desta forma, a comunicação com a audiência é mais proveitosa. O redator desenvolve campanhas com maior poder persuasivo, artigos mais bem desenvolvidos e uma linha do tempo mais rica em termos de informação e entretenimento. 

2 – Use imagens como uma aliada

As imagens possuem um poder de atração maior que o texto, uma vez que a memória visual é a mais forte em comparação a outros órgãos dos sentidos, um fenômeno visto na maior parte da população. Portanto, as impressões se baseiam em estímulos visuais. 

O estímulo visual de uma imagem é indiscutivelmente maior que um texto, uma vez que trabalha com cores, formas e conceitos mais abstratos, que falam à imaginação e ao aspecto lúdico do conhecimento. 

A imagem de uma prensa hidráulica grande é mais convidativa que seu texto. 

Por isso, use este recurso a seu favor, de modo a captar o interesse que instigue a audiência a ler um artigo ou outro estilo de texto em busca de informações. 

3 – Construa um ritmo

O ritmo pode ser definido como a fluidez de uma leitura, uma cadência harmoniosa causada pela boa disposição de palavras, conectivos e sinais de pontuação, de modo a gerar musicalidade no texto. 

O ritmo pode ser uma das melhores armas para captar e manter a atenção do leitor, uma vez que provoca uma sensação prazerosa, instigando gatilhos mentais favoráveis à estratégia de marketing e redação publicitária. 

Para construir um ritmo, além de investir em storytelling, o redator pode observar seus conhecimentos em gramática e uni-los a leitura de documentos com grande riqueza de ritmo, como poesias e narrativas ficcionais. 

4 – Desenvolva ideias em equipe

A redação publicitária é, muitas vezes, uma atividade realizada em equipe. 

Além da responsabilidade de redigir e revisar textos, é importante sincronizá-los ao material gráfico de imagens e vídeos, além de harmonizá-los a todo o plano de marketing. 

O redator publicitário deve estimular suas habilidades de trabalho em equipe, envolvendo os membros e estimulando a disposição criativa de todos, seja em um escritório bem equipado ou em um galpão estrutura metálica para acomodação de grandes grupos. 

Conclusão

Portanto, a redação publicitária é um dos temas de maior relevância no cenário corporativo atual, um elemento de extrema importância para as empresas que pretendem investir em marketing de conteúdo para seus canais oficiais. 

A prática está por trás de todos os produtos informacionais e de entretenimento consumidos na atualidade, desde filmes até pequenos anúncios em vídeo.

Pode ser aplicada no contexto dos sites ou de redes sociais, com elementos gráficos que vão além do texto. 

Esse texto foi originalmente desenvolvido pela equipe do blog Guia de Investimento, onde você pode encontrar centenas de conteúdos informativos sobre diversos segmentos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

arquétipo

O que é arquétipo de marca?

Estrutura Analítica de Projetos: entenda o que é este processo e como ele pode colaborar para o fluxo da empresa